Campo de refugiados na África (Darfur)

Campo de refugiados na África (Darfur)

Milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido ao conflito militar no Sudão.

História

Palavras-chave

campo de refugiados, África, cidade de tendas, perseguição, Darfur, Sudão, guerras religiosas, pobreza

Itens relacionados

Cenas

Campo de refugiados

Cidade de tendas

Refugiados

Animação

Passeio

Narração

Darfur é uma região do Sudão, África. O nome significa "casa das pessoas Fur". Tem uma área de aproximadamente 500 mil km², sendo a maior parte constituída por um planalto árido. A agricultura é a principal fonte de rendimento para a sua população de 7.4 milhões de pessoas.

Infelizmente, Darfur ganhou as manchetes dos jornais internacionais, não pelo patrimônio cultural de sua população nativa, mas pelo conflito militar em seu território. A guerra sangrenta começou em 2003, com o surgimento de uma rebelião de dois grupos não árabes sudaneses contra a opressão do governo árabe do Sudão. O conflito que levou a bombardeamentos e confrontos afetou principalmente a população não árabe de Darfur.

Em 2004, o conflito já tinha custado milhares de vidas. Populações foram forçadas a abandonar as suas casas gerando um grande desastre humanitário de migração forcada. As forças opositoras assinaram tréguas em 2004, devido a pressão internacional, mas o conflito continuou.

Violência e pilhagem, que ainda hoje são constantes, já custaram 400 mil vítimas. O problema é agravado pela situação de dois milhões de pessoas refugiadas. Organizações humanitárias internacionais e grupos de ajuda estabeleceram campos em zonas relativamente seguras de Darfur, mas estes podem apenas fornecer condições mínimas para as pessoas que procuram proteção. Não há água potável suficiente, nem comida, medicamentos ou roupa para satisfazer as necessidades de tanta gente. O único consolo para quem vive nas tendas pode ser a segurança relativa dos campos, já que forças armadas internacionais os protegem.

Esforços coletivos estão sendo feitos para angariar dinheiro a fim de melhorar a qualidade de vida dos campos de Darfur. Um destes esforços é a campanha "Façam barulho", organizada pela Anistia Internacional, à qual aderiram vários músicos conhecidos mundialmente.

Itens relacionados

Aldeia africana (Sudão)

As aldeias africanas estão bem adaptadas ao seu ambiente natural e refletem a cultura das tribos locais.

Chefe da tribo Zulu

As tribos africanas têm o seus proprios sistemas culturais e politicos.

Grande Mesquita de Djenné (1907)

Esta mesquita, construída num estilo arquitectônico único, é o maior edifício de adobe no mundo.

Países da África

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países da África através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Refugiados e migrantes

Esta animação mostra a atual crise migratória e dos refugiados a partir de vários pontos de vista.

Uniões políticas e econômicas

Ao longo das últimas décadas, foram formadas várias uniões políticas e econômicas entre países.

Sistema de abastecimento de água

O sistema de abastecimento de água fornece aos consumidores água potável limpa e segura.

Campo de concentração Auschwitz II (Birkenau)

Mais de um milhão de pessoas morreram neste campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Campo de trabalho na Hungria (Recsk)

Durante a ditadura de Rákosi, cerca de 1500 pessoas foram deportadas para o campo conhecido como o "gulag húngaro".

Campo de trabalho soviético (década de 1930)

Os campos de trabalho soviéticos ficavam longe de zonas habitadas.

Campo de trabalhos forçados Auschwitz I

O campo de concentração estabelecido em território polonês era o centro administrativo de um enorme complexo de campos.

Added to your cart.