Batalha de Trafalgar (1805)

Batalha de Trafalgar (1805)

A Esquadra Real Inglesa, comandada pelo almirante Lord Nelson, derrotou a frota da aliança franco-espanhola, durante as guerras napoleônicas.

História

Palavras-chave

Trafalgar, Guerras Napoleónicas, napoleão, tácticas navais, almirante Nelson, Villeneuve, frota, batalha, espanhol, britânico, francês, guerra, Collingwood, formação militar, Bucentaure, Victory, encouraçado, campanha militar, história militar, soldado, exército, Atlanti-óceán, história, Idade Moderna

Itens relacionados

Cenas

Trajetória da aproximação

  • coluna britânica (Nelson)
  • coluna britânica (Collingwood)
  • Esquadra franco-espanhola

Esquadra britânica

  • Spartiate
  • Minotaur
  • Agamemnon
  • Orion
  • Ajax
  • Britannia
  • Conqueror
  • Leviathan
  • Euryalus
  • Neptune
  • Téméraire
  • Victory
  • Defiance
  • Thunderer
  • Polyphemus
  • Dreadnought
  • Swiftsure
  • Defiance
  • Prince
  • Revenge
  • Achille
  • Colossus
  • Bellerophon
  • Tonnant
  • Mars
  • Belleisle
  • Royal Sovereign

Esquadra francesa-espanhola

  • San Juan Nepomuceno
  • Berwick
  • Principe de Asturias
  • Achille
  • San Ildefonso
  • Argonauta
  • Argonaute
  • Swiftsure
  • Aigle
  • Bahama
  • Montanes
  • Algésiras
  • Pluton
  • Monarca
  • Fougueux
  • Santa Ana
  • Indomptable
  • San Leandro
  • Neptune
  • San Justo
  • Redoutable
  • Bucentaure
  • Nuestra Senora de la Santisima Trinidad
  • San Augustin
  • Héros
  • San Francisco de Asis
  • Mont Blanc
  • Rayo
  • Duguay Trouin
  • Formidable
  • Intrépide
  • Scipion
  • Neptuno

Desenrolar da batalha

  • HMS Victory (Nelson)
  • HMS Royal Sovereign (Collingwood)
  • Bucentaure (Villeneuve)
  • Redoubtable

Narração

Fase 1 (20 de outubro de 1805)

A Batalha de Trafalgar foi a batalha naval mais importante das Guerras Napoleônicas. Decorreu próximo à costa atlântica sudoeste da Espanha, a oeste do Cabo Trafalgar.

A frota combinada franco-espanhola (18 navios franceses e 15 espanhóis) recebeu ordem para navegar para Nápoles, para prestar auxílio aos soldados franceses no sul de Itália. O almirante Villeneuve, comandante do navio almirante, o Bucentaure, dividiu a frota em dois grupos, formando uma coluna em direção ao norte.

A frota inglesa, de 27 navios, comandada por Lord Nelson no Victory, foi dividida em duas colunas. Ele liderou pessoalmente a coluna de 12 navios que navegava a barlavento, enquanto a coluna a sota-vento era liderada pelo almirante Collingwood no Royal Sovereign.

Fase 2

Lord Nelson comandou as duas colunas inglesas num ataque em ângulo reto contra a coluna da frota franco-espanhola. Os navios do almirante atacaram a guarda avançada e o centro, enquanto a coluna de Collingwood disparou contra a parte traseira da formação.

Apesar de a frota franco-espanhola estar usando fogo de canhões pesados, não conseguiram repelir o ataque da frota inglesa. Ambos os grupos conseguiram penetrar nas linhas inimigas, originando uma batalha sangrenta. O navio almirante francês, o Bucentaure, ficou seriamente danificado no combate.

Fase 3

Na batalha que se seguiu, os navios do Lord Nelson destruíram a frota de Villeneuve. No entanto, o próprio Lord Nelson foi ferido mortalmente durante combate; ele foi atingido por um atirador furtivo, a bordo do navio francês Redoutable. No entanto, Collingwood não permitiu que o inimigo tirasse partido da situação. Navios franceses e espanhóis foram sucessivamente se rendendo. Apesar do contra-ataque desesperado liderado pelo almirante Dumanoir, a sua derrota era inevitável.

Os britânicos tiveram uma vitória decisiva. As perdas da frota britânica totalizaram 1.600 mortes e feridos, no entanto, não perderam nenhum dos seus navios. A frota franco-espanhola, por outro lado, perdeu 18 navios e 12 mil marinheiros, a maioria deles capturados.

Itens relacionados

As Guerras Napoleônicas

Napoleão I, que coroou a si próprio imperador, foi um dos mais brilhantes comandantes militares da história.

Soldado de Napoleão (século XIX)

O exército de Napoleão, "La Grande Armée", era considerado invencível.

Batalha de Ácio (31 a.C.)

Na batalha travada nas costas da Antiga Grécia, Octaviano obteve uma vitória decisiva sobre Marco Antônio.

Navio de guerra inglês (século XVIII)

Nos séculos XVII, XVIII e XIX, os navios à vela ingleses estavam entre os melhores do mundo.

Veleiros

Usadas principalmente como navios mercantes, as escunas começaram a ser construídas na Holanda, nos séculos XVI-XVII.

Batalha de Jutlândia (1916)

Esta batalha naval, que opôs a Marinha britânica e alemã, foi a maior batalha marítima da 1ª Guerra Mundial.

Batalha de Lepanto (1571)

A frota otomana sofreu uma grande derrota frente à frota da Liga Santa.

Batalha de Midway (1942)

Uma das principais batalhas no Oceano Pacífico e o ponto de virada na 2ª Guerra Mundial.

Topografia histórica (batalhas, história universal)

Assinale num mapa vazio os locais de batalhas importantes da história universal.

Batalha de Hastings (1606)

Esta batalha terminou com a vitória do exército normando de Guilherme, o Conquistador, sobre os anglo-saxões.

Batalha de Muhi (11 e 12 de Abril, 1241)

A derrota devastadora dos Húngaros nesta batalha contra os Mongóis foi o resultado de uma série de más decisões.

Batalha de Zama (202 a.C.)

Nesta batalha na África, o exército romano de Cipião derrotou o exército púnico de Aníbal, durante a 2ª Guerra Púnica.

O soldadinho de chumbo

A personagem lendária de Hans Christian Andersen volta à vida em um diorama.

Táticas de ataque húngaro (século IX e X)

Uma das táticas da cavalaria ligeira húngara consistia em fingir a retirada, levando os adversários a desmobilizar as suas fileiras, momento no qual os...

Added to your cart.