Barco a vapor Kisfaludy (1846)

Barco a vapor Kisfaludy (1846)

O primeiro barco a vapor na Hungria entrou em serviço em 1846.

Tecnologia

Palavras-chave

barco a vapor, Kisfaludy steamboat, navegação, lago Balaton, roda de pás, chaminé, convés, âncora, mastro do proa, mezena, verga, vela, sala de caldeira, popa, leme, casco, transporte, transporte aquático, técnica

Itens relacionados

Cenas

Barco a vapor Kisfaludy

Vista superior

Convés

Construção

  • âncora
  • proa
  • cordame
  • mastro de vante
  • chaminé
  • mastro de mezena
  • estaleiro
  • cursos
  • sala da caldeira
  • popa
  • leme
  • casco
  • roda de pás

Itens relacionados

Barco a vapor North River (Clermont) (1807)

O engenheiro americano Robert Fulton concebeu o primeiro barco funcional movido a vapor.

Máquina a vapor de James Watt (século XVIII)

A máquina a vapor elaborada pelo engenheiro escocês, com as suas várias possibilidades de uso, revolucionou a técnica.

Petroleiro

Os petroleiros apareceram no fim do século XIX e hoje pertencem ao grupo dos navios de maior porte.

Ponte das Correntes (Budapeste)

A Ponte das Correntes, batizada com o nome do Conde István Széchenyi, foi a primeira ponte permanente sobre o Danúbio entre as cidades de Buda e Peste.

Vestuário na Europa Ocidental (século XIX)

O vestuário reflete o estilo de vida e a cultura dos habitantes de uma determinada região e época.

Encouraçado (HMS Dreadnought, 1906)

O HMS Dreadnought revolucionou a forma de construir encouraçados no século XX.

Birreme (antiga embarcação de guerra a remos)

Um birreme é um antigo tipo de embarcação de guerra, utilizado por muitos exércitos, com uma característica proa pontiaguda e duas fileiras de remos.

Eolípila de Heron

Heron de Alexandria foi o inventor do primeiro motor a vapor, embora ele o considerasse um brinquedo.

Locomotiva Rocket (1829)

A locomotiva do engenheiro inglês George Stephenson foi construída em 1829 para um concurso de locomotivas.

Navio porta-contêineres

As rotas comerciais marítimas de navios porta-contêineres, que apareceram e se propagaram depois da 2ª Guerra Mundial, formam hoje uma rede global.

RMS Queen Mary 2 (2003)

O maior transatlântico do mundo na época de sua construção.

Titanic (1912)

O RMS Titanic foi o maior transatlântico do mundo no início do século XX.

USS Tarawa LHA-1 (1976)

A partir da década de 1940, os cada vez maiores porta-aviões se tornaram os senhores dos oceanos.

Veleiros

Usadas principalmente como navios mercantes, as escunas começaram a ser construídas na Holanda, nos séculos XVI-XVII.

Added to your cart.