Ataque cardíaco

Ataque cardíaco

A causa de um ataque cardíaco é o bloqueio de uma artéria coronária. É uma das causas de morte mais comuns.

Biologia

Palavras-chave

infarto, ataque cardíaco, doença, cura, serviço de urgência, necrose, coágulo de sangue, cateterização cardíaco, vasoconstrição, músculo cardíaco, sintoma, tratamento, artéria coronária, veias de sangue, estilo de vida, dor no peito, stent, humano, biologia

Itens relacionados

Cenas

Coração e órgãos internos

  • coração - Bate cerca de 100.000 vezes por dia e cada ventrículo bombeia mais de 7.000 litros de sangue. Este esforço enorme e constante requer um adequado abastecimento de sangue: o sangue transporta os nutrientes e o oxigênio necessários. A artéria que fornece sangue ao músculo do coração tem o nome de artéria coronária.

Coração e vasos sanguíneos

  • coração - Bate cerca de 100.000 vezes por dia e cada ventrículo bombeia mais de 7.000 litros de sangue. Este esforço enorme e constante requer um adequado abastecimento de sangue: o sangue transporta os nutrientes e o oxigênio necessários. A artéria que fornece sangue ao músculo do coração tem o nome de artéria coronária.

Enfarte

  • vasoconstrição - Depósitos de gordura acumulam-se na parede dos vasos sanguíneos, provocando a sua calcificação. A secção estreita de uma artéria calcificada torna mais vulnerável a sua parede. O tabaco, o consumo excessivo de gorduras e a falta de exercício aumentam o risco de vasoconstrição.
  • coágulo de sangue - Na área calcificada podem facilmente ocorrer lesões, que provocam assim a formação de um coágulo sanguíneo, o qual, de repente, obstrui a artéria coronária.
  • músculo cardíaco morto - Se o bloqueio dura mais de 6 horas, o tecido muscular do coração da área afetada morre completamente. No entanto, mesmo bloqueios de curta duração podem causar danos permanentes ao tecido.

Sintomas

  • dor no peito - A forte dor não cessa mesmo se o paciente está em repouso.
  • dor que se difunde pelos ombros/braços - A dor ocorre mais freqüentemente no lado esquerdo.
  • medo de morrer
  • transpiração

Dissolução de coágulos sanguíneos com medicação

Angioplastia

  • cateter - É colocado pela artéria femoral até chegar à artéria coronária.
  • balão
  • tubo de malha de arame (stent)

Animação

Narração

O nosso coração bate cerca de 100.000 vezes por dia, sendo que os dois ventrículos bombeiam mais de 7.000 litros de sangue cada um. Este trabalho enorme e constante requer um bom abastecimento de sangue, o qual transporta os nutrientes e o oxigênio necessários. A artéria que fornece sangue ao músculo do coração tem o nome de artéria coronária.

A constrição de uma artéria coronária prejudica o fornecimento de sangue ao músculo cardíaco. Depósitos de gordura acumulam-se nas paredes das artérias, causando assim a sua calcificação. Isso faz com que a parede da artéria fique mais suscetível a lesões e também mais estreita. A capacidade da região do músculo do coração abastecida pela artéria afetada diminui, ocorrendo uma falta temporária de oxigênio e de nutrientes no músculo cardíaco. A consequente dor no peito tem o nome de angina de peito. Uma alimentação com demasiadas gorduras e falta de exercício aumentam o risco de ataques cardíacos. Fumar, no entanto, é um dos principais fatores de risco. O risco de surgimento de um coágulo de sangue na secção da artéria estreitada é extremamente elevado. Pequenas roturas podem aparecer na parede da artéria calcificada, favorecendo processos de coagulação. A formação de um coágulo de sangue resulta na obstrução da artéria, o que provoca um ataque de coração, de modo que o fornecimento de sangue ao músculo do coração fica interrompido. Se o bloqueio dura mais de 6 horas, o tecido muscular do coração da área afetada morre completamente. No entanto, os bloqueios de menor duração também podem causar danos permanentes no tecido.
O músculo morto é substituído por tecido cicatricial, incapaz de se contrair. Graves lesões no músculo do coração podem facilmente causar a morte do paciente. A maioria dos pacientes desenvolve um ritmo cardíaco anormal, o que pode conduzir a uma morte súbita.

Um sintoma comum de ataque cardíaco é uma forte pressão e dor sob o esterno. A dor muitas vezes espalha-se para as costas, o ombro e braço esquerdos e, por vezes, também para o braço direito. A dor no peito é semelhante à angina, mas neste caso não acaba ou melhora depois de se ter tomado nitroglicerina ou se ter descansado. Embora a dor no peito geralmente esteja presente na maioria dos pacientes, as mulheres e os idosos podem sofrer um ataque cardíaco sem sentir qualquer dor no peito. Raramente, é também possível ocorrer dor abdominal, normalmente associada por engano a um problema digestivo, especialmente por melhorar com eructação. Outros sintomas comuns são a transpiração e o medo da morte. A presença de sintomas incomuns e a falta de sintomas comuns nos pacientes impedem a fácil identificação de um ataque cardíaco. Por esta razão, um eletrocardiograma desempenha um papel importante no diagnóstico de um ataque cardíaco. Intervir o mais cedo possível pode salvar a vida do paciente. Deste modo, é importante chamar uma ambulância assim que houver suspeita de um ataque cardíaco e não perder tempo a entrar em contacto com uma clínica geral ou a informar conhecidos.

O primeiro passo no tratamento do ataque cardíaco é o transporte do doente para o hospital. Enquanto isso, são administrados aspirina, anticoagulantes e oxigênio. Este último é administrado para aumentar o teor de oxigênio no sangue e assim melhorar o fornecimento de oxigênio para o músculo cardíaco.

Frequentemente, os medicamentos administrados por via intravenosa têm o objetivo de dissolver coágulos de sangue. Se um coágulo de sangue não é dissolvido nas primeiras seis horas após o início dos sintomas, o dano ao músculo cardíaco será permanente, pelo que uma intervenção médica não irá ajudar.

Em certos casos, as artérias coronárias são limpas mediante angioplastia coronária. Este procedimento é realizado através de um cateter. Geralmente, o cateter é colocado na artéria femoral até alcançar a artéria coronária obstruída. Aí, um balão é insuflado para dilatar a artéria estreitada e um tubo de malha de arame, denominado stent, expande-se em torno do balão, pressionando-o contra a parede da artéria. O balão é então esvaziado e removido, ficando o stent no seu lugar para manter a artéria aberta.

O ataque cardíaco é uma das principais causas de morte, sendo-lhe associada uma em cada cinco mortes. Por conseguinte, a prevenção é particularmente importante. Seguir uma dieta saudável, baixa em colesterol LDL, assim como fazer exercício regularmente e evitar fumar, podem ajudar a prevenir um ataque cardíaco.

Itens relacionados

O coração

O coração é a bomba central do sistema cardiovascular, batendo milhares de milhões de vezes ao longo da nossa vida.

O sistema de condução elétrica do coração

O coração produz os impulsos elétricos necessários para o seu funcionamento. A representação gráfica da atividade elétrica do coração é o eletrocardiograma.

Adrenalina (avançado)

Também conhecida como epinefrina, a adrenalina é um hormônio produzido no corpo em situações de stresse, desempenhando um papel importante na reacção de...

Anatomia do coração

Esta cena apresenta a localização, a anatomia e o funcionamento do órgão central do sistema circulatório humano.

Apendicite

A inflamação do apêndice verniforme, que se encontra ligado ao ceco, requer intervenção cirúrgica imediata. A animação mostra a causa e as consequências da...

Corpo humano (masculino)

Esta animação apresenta os mais importantes sistemas do corpo humano masculino.

Efeitos do cigarro nos pulmões

Fumar prejudica gravemente o sistema respiratório, pode causar DPOC ou câncer de pulmão.

Infecção do ouvido médio (otite média)

Esta animação mostra os sintomas e o tratamento para a otite média secretora.

Sistema circulatório

A circulação sistémica transporta sangue oxigenado do coração para o corpo, enquanto a circulação pulmonar transporta sangue oxigenado dos pulmões para o...

Trombose venosa profunda e embolia pulmonar

Um coágulo de sangue formado nas veias profundas dos membros inferiores pode causar embolia pulmonar fatal ao entrar nos pulmões.

Sangue humano

O sangue humano é composto por células (glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas) e plasma.

Tecidos musculares

Os três tipos de músculos do corpo humano são o liso, o estriado e o cardíaco.

Added to your cart.