As Guerras Napoleônicas

As Guerras Napoleônicas

Napoleão I, que coroou a si próprio imperador, foi um dos mais brilhantes comandantes militares da história.

História

Palavras-chave

napoleão, Guerras Napoleónicas, guerra, Bonaparte, história militar, batalha, França, campanha militar, imperador, general, conquista, Idade Moderna, Europa, império, estratégia, atlas, Países

Itens relacionados

Questôes

  • Qual foi o momento mais estranho durante a cerimónia de coroação de Napoleão?
  • Como se chamava o conjunto de leis implementado por Napoleão?
  • Qual das seguintes batalhas teve lugar primeiro?
  • Quando se tornou Napoleão imperador de França?
  • Em que ilha foi exilado Napoleão em 1814?
  • Em que ilha foi exilado Napoleão em 1815?
  • Contra que país NUNCA conduziu Napoleão campanhas militares?
  • Onde teve Napoleão o seu primeiro sucesso militar considerável?
  • Em que batalha morreu o almirante Horatio Nelson?
  • Onde morreu Napoleão?
  • Em qual das seguintes ilhas nasceu Napoleão?
  • Quando morreu Napoleão?
  • De que nacionalidade era Napoleão?
  • Qual dos seguintes factores NÃO causou o fracasso de Napoleão na Rússia?
  • Qual dos seguintes comandantes militares foi um dos adversários de Napoleão?
  • Qual dos seguintes comandantes militares NÃO foi um dos adversários de Napoleão?
  • Como se chamava o lendário exército de Napoleão entre 1805 e 1815?
  • Quando nasceu Napoleão?
  • Durante que período governou Napoleão como imperador francês?
  • Qual dos seguintes países NÃO era um estado-satélite da França durante o reinado de Napoleão?
  • Qual dos seguintes países era um estado-satélite da França durante o reinado de Napoleão?
  • Qual dos seguintes títulos NÃO era assumido por Napoleão?
  • Como NÃO era chamado Napoleão?
  • Como era chamado Napoleão?
  • Qual das seguintes batalhas é conhecida como a Batalha das Nações?
  • Qual das seguintes batalhas é conhecida como a Batalha dos Três Imperadores?
  • Em qual das seguintes batalhas foi Napoleão derrotado?
  • Em qual das seguintes batalhas foi Napoleão derrotado?
  • Qual das seguintes batalhas venceu Napoleão?
  • Qual das seguintes batalhas venceu Napoleão?
  • Qual das seguintes batalhas teve lugar primeiro?
  • Qual das seguintes batalhas teve lugar mais tarde?

Cenas

Países da Europa

  • Grã-Bretanha
  • Reino de Portugal
  • Reino de Espanha
  • Império Francês
  • Reino da Dinamarca
  • Reino da Suécia
  • Reino da Prússia
  • Ducado de Varsóvia
  • Reino da Baviera
  • Império Austríaco
  • Reino de Itália
  • Reino de Nápoles
  • Império Russo
  • Império Otomano
  • Egito
  • Reino da Hungria

Napoleão Bonaparte foi um dos mais brilhantes comandantes militares da história, tendo redesenhado completamente o mapa da Europa, não apenas como general mas também como imperador. Após a sua coroação em 1804, conseguiu estender o território da França graças às suas bem-sucedidas campanhas militares. Napoleão governou não apenas o Império Francês, mas também os seus estados-satélites, formalmente independentes. Estes estados foram governados pelos seus leais marechais e familiares, como por exemplo o seu irmão Louis, que se tornou rei da Holanda.

Foi assim que se formou o Primeiro Império Francês (Empire Français), o qual tinha uma área de cerca de 2.100.000 km² em 1813, tendo a sua população atingido cerca de 44 milhões de pessoas em 1812.

Charles Maurice de Talleyrand, o Ministro dos Negócios Estrangeiros de Napoleão, disse o seguinte ao czar russo Alexandre I em 1808 sobre as conquistas de Napoleão: "O Reno, os Alpes, os Pirinéus são as conquistas da França. O resto é conquista do imperador; A França não as detém".

Campanhas militares

  • Campanha da Itália
  • Campanha do Egito
  • Campanhas da Europa Central
  • Campanha da Rússia
  • Campanhas ibéricas
  • os Cem Dias

As Guerras da Coalizão foram uma série de conflitos que tiveram lugar entre 1792 e 1815. Combatidas entre 1799 (a subida de Napoleão ao poder como primeiro-cônsul) e 1815 (a queda de Napoleão) são também conhecidas como Guerras Napoleônicas. No entanto, segundo outras opiniões, os anos 1803 (o início da guerra franco-britânica) ou 1804 (a coroação de Napoleão como imperador) podem ser considerados o início das Guerras Napoleônicas.

Embora a maioria das batalhas fossem travadas na Europa, podem ser chamadas de 'guerra mundial', já que abrangeram outras partes do mundo, incluindo o Norte de África, partes da Ásia e o Oceano Atlântico.

A França e os seus aliados lutaram contra diferentes coalizões (daí o nome) dos países europeus. Com base nas sete alianças, houve sete guerras de coalizão:

Guerra da Primeira Coalizão (1792 – 1797 ou 1793 – 1797)
Guerra da Segunda Coalizão (1798 – 1802 ou 1800 – 1804)
Guerra da Terceira Coalizão (1803 – 1805 ou 1805)
Guerra da Quarta Coalizão (1806 – 1807)
Guerra da Quinta Coalizão (1809)
Guerra da Sexta Coalizão (1813 – 1814)
Guerra da Sétima Coalizão (1815)

O fim das guerras significou a queda de Napoleão e o estabelecimento da Santa Aliança. Esta série de conflitos teve grande influência não apenas na história da Europa, mas também na história do mundo, iniciando processos que determinaram ainda as décadas após 1815.

Guerras Napoleônicas

  • Grã-Bretanha
  • Reino de Portugal
  • Reino de Espanha
  • Império Francês
  • Reino da Dinamarca
  • Reino da Suécia
  • Reino da Prússia
  • Ducado de Varsóvia
  • Reino da Baviera
  • Império Austríaco
  • Reino de Itália
  • Reino de Nápoles
  • Império Russo
  • Império Otomano
  • Egito
  • Reino da Hungria

O exército de Napoleão, o Grande Armée (o Grande Exército), esteve ativo de 1805 até 1815. As cores do exército eram influenciadas pela tricolor francesa (azul, branco, vermelho) e o seu lema era 'Valeur et Discipline' (valor e disciplina). No seu auge, antes da campanha da Rússia de 1812, o exército contava com 680.000 soldados, dos quais cerca de 550.000 eram soldados franceses. No Grande Exército havia também soldados de outras nações.

No início, graças às táticas de Napoleão e aos seus comandantes bem treinados, o exército venceu batalha após batalha, tornando-se invencível.

O Grande Armée pode ser dividido em infantaria, cavalaria e artilharia. Várias batalhas foram decididas pela cavalaria pesada, mas a artilharia também teve um papel destacado. A Garde Impériale (Guarda Imperial) e as tropas estrangeiras também desempenhavam um papel essencial dentro do exército de Napoleão. Ao mesmo tempo, engenheiros, mensageiros, pessoal de saúde e pessoas responsáveis pela logística também suportavam o exército.

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte nasceu em 1769 em Ajaccio, na Córsega. Antes de completar 10 anos de idade, foi para França estudar numa escola militar durante cinco anos, em Brienne. Em 1784, passou a frequentar a academia militar em Paris, onde se formou em 1785.

Tornou-se tenente num regimento de artilharia francês em 1786. Ao mesmo tempo que se educava continuamente, serviu em guarnições até a eclosão da Revolução Francesa em 1789, tendo permanentemente subido de patente militar. O seu primeiro sucesso militar importante foi como capitão em 1793, quando libertou Toulon, tendo sido promovido general de brigada.

Napoleão foi-se tornando cada vez mais influente. Em 1796, casou-se com Josefina de Beauharnais. Dois dias mais tarde, foi promovido comandante do Exército de Itália. O Pequeno Cabo, como os seus soldados lhe chamavam, venceu batalha após batalha e a sua popularidade cresceu de forma excecional.

Após liderar um golpe de estado em 1799, Napoleão instalou-se como primeiro-cônsul, estabelecendo uma ditadura militar em França. Em 1802, elevou-se ao nível de cônsul vitalício e em 1804 foi proclamado o Império Francês, tendo Napoleão sido coroado imperador por si mesmo, na presença do Papa Pio VII.

Continuou as suas campanhas militares e atingiu o auge do seu poder em 1810. Querendo estabelecer uma dinastia, divorciou-se de Josefina e casou-se com Maria Luísa, filha do imperador austríaco Francisco I.

A primeira vez que Napoleão sofreu uma grande perda de prestígio foi durante a campanha da Rússia de 1812. Isto também provou que o seu exército não era invencível. Após ter sido derrotado na Batalha das Nações, Napoleão foi exilado para a Ilha de Elba. No entanto, escapou e regressou a França menos de um ano após o seu exílio.

Ainda assim, os Cem Dias acabaram com a pesada derrota de Napoleão na Batalha de Waterloo. Foi obrigado a abdicar e não pôde manter o seu título, tendo sido de novo exilado, desta vez na Ilha de Santa Helena, localizada a meio do Atlântico Sul.

Não houve maneira nenhuma de voltar do seu segundo exílio. Napoleão, frequentemente chamado 'o canibal', ou 'o Monstro Corso', morreu na ilha em 1821. Ainda não há certeza sobre a causa da sua morte.

Animação

  • Grã-Bretanha
  • Reino de Portugal
  • Reino de Espanha
  • Império Francês
  • Reino da Dinamarca
  • Reino da Suécia
  • Reino da Prússia
  • Ducado de Varsóvia
  • Reino da Baviera
  • Império Austríaco
  • Reino de Itália
  • Reino de Nápoles
  • Império Russo
  • Império Otomano
  • Egito
  • Reino da Hungria
  • Ulm
  • Austerlitz
  • Jena–Auerstedt
  • Berlim
  • Varsóvia
  • Eylau
  • Friedland
  • Viena
  • Wagram
  • Dresda
  • Leipzig
  • Smolensk
  • Borodino
  • Moscou
  • Gibraltar
  • Trafalgar
  • Vitória
  • Burgos
  • Saragoça
  • Madri
  • Corunha
  • Lisboa
  • Valência
  • Barcelona
  • Bailén
  • Elba
  • Paris
  • Waterloo
  • Campanha da Itália
  • Campanha do Egito
  • Campanhas da Europa Central
  • Campanha da Rússia
  • Campanhas ibéricas
  • os Cem Dias

Bloqueio continental

  • Grã-Bretanha
  • Reino de Portugal
  • Reino de Espanha
  • Império Francês
  • Reino da Dinamarca
  • Reino da Suécia
  • Reino da Prússia
  • Ducado de Varsóvia
  • Reino da Baviera
  • Império Austríaco
  • Reino de Itália
  • Reino de Nápoles
  • Império Russo
  • Império Otomano
  • Egito
  • Reino da Hungria

Uma das maiores rivais de Napoleão foi a Grã-Bretanha, a qual ele não pôde derrotar militarmente. Como resultado, Napoleão emitiu o Decreto de Berlim no dia 21 de novembro de 1806, pelo qual implantou o Bloqueio Continental de modo a enfraquecer a economia britânica. Além disso, tratou-se também de uma resposta ao bloqueio imposto nas costas do Norte da França por parte da Grã-Bretanha.

Napoleão tinha como objetivo eliminar a Grã-Bretanha do comércio europeu, tendo proibido o acesso a portos franceses ou a portos dos aliados da França (p. ex. Holanda, Espanha) a navios britânicos ou a navios neutrais vindos da Grã-Bretanha. Além disso, declarou que todos os bens britânicos confiscados na Europa eram considerados apreensões legais. A Prússia, a Dinamarca, a Suécia e a Rússia também foram forçadas a aderirem ao bloqueio. O Bloqueio Continental teve influência não apenas na economia britânica, mas também nas de outros países. (A Grã-Bretanha não foi influenciada tão negativamente como os outros países.) Devido à crise económica do início dos anos 1810, Napoleão tornou o bloqueio ainda mais rigoroso, causando uma tensão considerável.

O primeiro país a se retirar do bloqueio foi a Rússia, dando pretexto aos franceses para a atacarem. Com a queda de Napoleão, os outros países também se retiraram o bloqueio, em grande parte em 1814. Uma das consequências positivas do Bloqueio Continental foi que os países europeus despojados dos bens coloniais foram forçados a desenvolver novas indústrias.

Narração

Napoleão Bonaparte foi um dos mais geniais comandantes militares da história, tendo redesenhado completamente o mapa da Europa, não apenas como general mas também como imperador. Após a sua coroação como imperador em 1804, conseguiu estender o território da França graças às suas bem-sucedidas campanhas militares. Napoleão governou não apenas o Império Francês, mas também os seus estados-satélites, formalmente independentes.

As Guerras da Coalizão foram uma série de conflitos que tiveram lugar entre 1792 e 1815. As Guerras da Coalizão entre 1799 (a subida de Napoleão ao poder como primeiro-cônsul) e 1815 (a queda de Napoleão) são chamadas Guerras Napoleônicas.

Embora a maioria das batalhas fossem travadas na Europa, podem ser chamadas de 'guerra mundial', já que abrangeram outras partes do mundo, incluindo o Norte de África, partes da Ásia e o Oceano Atlântico. A França e os seus aliados lutaram contra diferentes Coalizões (daí o nome) dos países europeus.

No início, o exército francês venceu batalha após batalha, criando um mito em torno da invencibilidade do exército e de Napoleão. Napoleão atingiu o auge do seu poder em 1810. A primeira vez que Napoleão sofreu uma grande perda de prestígio foi durante a campanha da Rússia de 1812. Isto também provou que o seu exército não era invencível.

Após ter sido derrotado na Batalha das Nações, Napoleão foi exilado na Ilha de Elba. No entanto, escapou e regressou a França menos de um ano após o seu exílio.

Ainda assim, os Cem Dias acabaram com a pesada derrota de Napoleão na Batalha de Waterloo. Foi obrigado a abdicar e não pôde manter o seu título, tendo sido de novo exilado, desta vez na Ilha de Santa Helena, localizada a meio do Atlântico Sul.

O fim das guerras significou a queda de Napoleão e o estabelecimento da Santa Aliança. Esta série de conflitos teve grande influência não apenas na história da Europa, mas também na história do mundo.

Itens relacionados

Batalha de Trafalgar (1805)

A Esquadra Real Inglesa, comandada pelo almirante Lord Nelson, derrotou a frota da aliança franco-espanhola, durante as guerras napoleônicas.

Soldado de Napoleão (século XIX)

O exército de Napoleão, "La Grande Armée", era considerado invencível.

Arco do Triunfo (Paris, 1836)

A construção do Arco do Triunfo foi concluída em 1836, após a queda de Napoleão.

Complexo do Castelo de Mir (século XVII)

O Complexo do Castelo de Mir, situado na cidade de Mir, Bielorrússia, foi construído em estilo gótico-renascentista.

Topografia histórica (batalhas, história universal)

Assinale num mapa vazio os locais de batalhas importantes da história universal.

Bastilha (Paris, século XVIII)

A prisão parisiense tornou-se lendária, após a Revolução de 1789.

Canhão naval (século XVII)

Os canhões também eram usados em batalhas navais.

Funcionamento de um canhão (século XVIII)

O canhão foi um importante tipo de arma de fogo no início da história moderna, de largo uso tanto em terra como no mar.

Guilhotina

Concebido para tornar execuções sumárias mais humanas, esta invenção tem o nome de um médico francês.

Impérios modernos

Vários impérios se ergueram e desapareceram ao longo da história.

Navio de guerra inglês (século XVIII)

Nos séculos XVII, XVIII e XIX, os navios à vela ingleses estavam entre os melhores do mundo.

Panteão (Paris, século XVIII)

O edifício neoclássico francês mais importante, terminado em 1790, tornou-se no local de repouso final dos grandes nomes franceses.

O Império Macedônio

O notável imperador e líder militar Alexandre, o Grande, conquistou um vasto império.

Added to your cart.