A vida e o desenvolvimento dos lagos

A vida e o desenvolvimento dos lagos

As águas paradas podem ser formadas nas depressões dos terrenos por ambas as forças internas e externas da Terra, bem como pela atividade humana.

Geografia

Palavras-chave

lago, lagos, água parada, forças externas, forças internas, pântano, tectônica, Mar Cáspio, Lago Baikal, vento, cárstico, água estagnada, mar, vulcão, mineração, criação de peixes, barragem, hidrografia, água, rio, hidrosfera, geografia física, geografia

Itens relacionados

Cenas

Tipos de lagos

  • lago eólico - É formado pela ação do vento.
  • lago de barreira - Um lago formado pelo resultado de deslizamentos de terra ou quedas de rochas.
  • lago glacial - Um lago formado pela ação glacial. É o tipo mais frequente de lagos criados pelas forças exógenas.
  • lago cárstico - Este tipo de lago desenvolve-se em sumidouros em áreas calcárias onde não há drenagem superficial.
  • lagoa marginal - Um lago que se forma quando um meandro é cortado do canal principal do rio natural ou artificialmente.
  • lago residual - Um lago que é o vestígio de um antigo mar cujas águas se evaporaram.
  • lago de cratera de impacto - Uma bacia de cratera formada pelo resultado de um impacto de uma massa cósmica na Terra.
  • lagoa - Um lago criado à beira-mar pelo vento e pelas ondas.
  • lago tectónico - É formado em depressões rodeadas por falhas ou em fossos tectônicos.
  • lago vulcânico - Está localizado em crateras de vulcões extintos.
  • lago de pedreira - Um tipo de lago enchido por águas subterrâneas ou por precipitação após o fim da extração mineira.
  • lago de peixes - É desenhado para a piscicultura.
  • lago de barragem - Um reservatório artificial em que a água é retida por duques.

Lagos são corpos de águas paradas a céu aberto que têm as suas próprias bacias. No mundo, existem mais de 100 milhões de lagos. Apesar disso, a área total dos lagos não atinge 4% da área total da superfície terrestre. Os lagos, geralmente, formam-se de um modo natural, mas o número dos lagos artificiais está em constante crescimento.

Os lagos naturais podem ser criados por qualquer das forças que formam a superfície terrestre. Entre as forças exógenas, a ação do gelo é a que cria a maioria das bacias lacustres. A ação do vento, a deflação e os sedimentos depositados também criam bacias lacustres rasas.

Os lagos localizados nas regiões cársicas, geralmente, desenvolvem-se em sumidouros em áreas calcárias onde não há drenagem superficial. Nas áreas montanhosas, há muitos lagos formados por resultado do deslizamentos de terra ou de quedas de rocha. As bacias dos lagos de cratera, que foram criadas pelo impacto de uma massa cósmica na Terra, podem ser facilmente reconhecidas pela sua forma circular.

As forças endógenas também podem formar bacias lacustres. Os lagos mais profundos do mundo foram criados em depressões de origem tectônica entre falhas. Os lagos também podem ser formados em crateras de vulcões extintos que, antigamente, eram ativos.

Os lagos artificiais podem ser lagos de pedreira, lagoas marginais ou lagos de pesca. Os maiores dentre os lagos artificais são os reservatórios, cujas águas são retidas por duques.

Lagos naturais - Forças externas

  • lago eólico - É formado pela ação do vento.
  • lago de barreira - Um lago formado pelo resultado de deslizamentos de terra ou quedas de rochas.
  • lago glacial - Um lago formado pela ação glacial. É o tipo mais frequente de lagos criados pelas forças exógenas.
  • lago cárstico - Este tipo de lago desenvolve-se em sumidouros em áreas calcárias onde não há drenagem superficial.
  • lagoa marginal - Um lago que se forma quando um meandro é cortado do canal principal do rio natural ou artificialmente.
  • lago residual - Um lago que é o vestígio de um antigo mar cujas águas se evaporaram.
  • lago de cratera de impacto - Uma bacia de cratera formada pelo resultado de um impacto de uma massa cósmica na Terra.
  • lagoa - Um lago criado à beira-mar pelo vento e pelas ondas.

Lagos naturais - Forças internas

  • lago tectónico - É formado em depressões rodeadas por falhas ou em fossos tectônicos.
  • lago vulcânico - Está localizado em crateras de vulcões extintos.

Lagos artificiais

  • lagoa marginal - Um lago que se forma quando um meandro é cortado do canal principal do rio natural ou artificialmente.
  • lago de pedreira - Um tipo de lago enchido por águas subterrâneas ou por precipitação após o fim da extração mineira.
  • lago de peixes - É desenhado para a piscicultura.
  • lago de barragem - Um reservatório artificial em que a água é retida por duques.

Desaparecimento dos lagos

Os lagos são formações de curta duração que desaparecem relativamente rápido, após um processo natural de envelhecimento. Os lagos morrem por causa da seca ou, mais frequentemente, porque se enchem.

O enchimento de um lago já começa no início da sua formação. Esta é a primeira fase no ciclo de vida de um lago. Na segunda fase, o lago torna-se mais raso e uma vegetação submersa e flutuante começa a se desenvolver. Na terceira fase, as áreas de água aberta são ainda mais reduzidas, enquanto na quarta fase, o lago enche-se com a vegetação de tal modo que já não haverá mais áreas de água aberta.

Os maiores lagos

  • Mar Cáspio - Tem uma área de 371.000 km² e uma profundidade de 1.025 m. É um lago residual e o maior lago do mundo.
  • Lago Superior - Tem uma área de 82.100 km². É um lago glacial e o maior lago da América do Norte.
  • Lago Vitória - Tem uma área de 69.000 km². É o maior lago da África.
  • Lago Huron - Tem uma área de 60.000 km². É um lago glacial e um dos Grandes Lagos.
  • Lago Michigan - Tem uma área de 58.000 km². É um lago glacial e um dos Grandes Lagos.
  • Lago Tanganica - Tem uma área de 33.000 km² e uma profundidade de 1.470 m. É um lago tectónico e o lago mais profundo da África.
  • Lago Baikal - Tem uma área de 31.500 km² e uma profundidade de 1.637 m. É um lago tectônico e o lago mais profundo do mundo.
  • Grande Lago do urso - Tem uma área de 31.000 km². É um lago glacial.
  • Lago Malawi - Tem uma área de 29.600 km² e uma profundidade de 706 m. É um lago tectònico e o segundo lago mais profundo da África.
  • Grande Lago do Escravo - Tem uma área de 28.500 km² e uma profundidade de 614 m. É um lago glacial e o lago mais profundo da América do Norte.
  • Mar de Aral - Atualmente, tem uma área de cerca de 3.300 km² divididos em várias partes. Com uma área de 68.000 km², foi o quarto maior lago do mundo até os anos 1960.

Grande parte dos maiores lagos da Terra foram formados pelo gelo, enquanto as bacias lacustres mais profundas foram criadas como resultado de processos tectônicos. No entanto, o maior lago do mundo, o mar Cáspio, é um vestígio do mar Paratétis. O lago mais profundo da Terra, o Lago Baikal, foi formado ao longo de uma falha.

Animação

  • lago eólico - É formado pela ação do vento.
  • lago de barreira - Um lago formado pelo resultado de deslizamentos de terra ou quedas de rochas.
  • lago glacial - Um lago formado pela ação glacial. É o tipo mais frequente de lagos criados pelas forças exógenas.
  • lago cárstico - Este tipo de lago desenvolve-se em sumidouros em áreas calcárias onde não há drenagem superficial.
  • lagoa marginal - Um lago que se forma quando um meandro é cortado do canal principal do rio natural ou artificialmente.
  • lago residual - Um lago que é o vestígio de um antigo mar cujas águas se evaporaram.
  • lago de cratera de impacto - Uma bacia de cratera formada pelo resultado de um impacto de uma massa cósmica na Terra.
  • lagoa - Um lago criado à beira-mar pelo vento e pelas ondas.
  • lago tectónico - É formado em depressões rodeadas por falhas ou em fossos tectônicos.
  • lago vulcânico - Está localizado em crateras de vulcões extintos.
  • lago de pedreira - Um tipo de lago enchido por águas subterrâneas ou por precipitação após o fim da extração mineira.
  • lago de peixes - É desenhado para a piscicultura.
  • lago de barragem - Um reservatório artificial em que a água é retida por duques.
  • Fase 1
  • Fase 2 - As plantas mortas começam a se depositar no fundo do lago e desenvolve-se uma vegetação flutuante que reduz a área de água aberta.
  • Fase 3 - Nesta fase, há cada vez menos áreas de água aberta no lago.
  • Fase 4 - A última fase no ciclo de vida de um lago. O lago enche-se com a vegetação de tal modo que já não haverá mais áreas de água aberta.
  • Mar Cáspio - Tem uma área de 371.000 km² e uma profundidade de 1.025 m. É um lago residual e o maior lago do mundo.
  • Lago Superior - Tem uma área de 82.100 km². É um lago glacial e o maior lago da América do Norte.
  • Lago Vitória - Tem uma área de 69.000 km². É o maior lago da África.
  • Lago Huron - Tem uma área de 60.000 km². É um lago glacial e um dos Grandes Lagos.
  • Lago Michigan - Tem uma área de 58.000 km². É um lago glacial e um dos Grandes Lagos.
  • Lago Tanganica - Tem uma área de 33.000 km² e uma profundidade de 1.470 m. É um lago tectónico e o lago mais profundo da África.
  • Lago Baikal - Tem uma área de 31.500 km² e uma profundidade de 1.637 m. É um lago tectônico e o lago mais profundo do mundo.
  • Grande Lago do urso - Tem uma área de 31.000 km². É um lago glacial.
  • Lago Malawi - Tem uma área de 29.600 km² e uma profundidade de 706 m. É um lago tectònico e o segundo lago mais profundo da África.
  • Grande Lago do Escravo - Tem uma área de 28.500 km² e uma profundidade de 614 m. É um lago glacial e o lago mais profundo da América do Norte.
  • Mar de Aral - Atualmente, tem uma área de cerca de 3.300 km² divididos em várias partes. Com uma área de 68.000 km², foi o quarto maior lago do mundo até os anos 1960.

Narração

Lagos são corpos de águas paradas a céu aberto que têm as suas próprias bacias. No mundo, existem mais de 100 milhões de lagos. Apesar disso, a área total dos lagos não atinge 4% da área total da superfície terrestre. Os lagos, geralmente, formam-se de um modo natural, mas o número dos lagos artificiais está em constante crescimento.

Os lagos naturais podem ser criados por qualquer das forças que formam a superfície terrestre. Entre as forças exógenas, a ação do gelo é a que cria a maioria das bacias lacustres. A ação do vento, a deflação e os sedimentos depositados também criam bacias lacustres rasas.

Os lagos localizados nas regiões cársicas, geralmente, desenvolvem-se em sumidouros em áreas calcárias onde não há drenagem superficial. Nas áreas montanhosas, há muitos lagos formados por resultado do deslizamentos de terra ou de quedas de rocha. As bacias dos lagos de cratera, que foram criadas pelo impacto de uma massa cósmica na Terra, podem ser facilmente reconhecidas pela sua forma circular.

As forças endógenas também podem formar bacias lacustres. Os lagos mais profundos do mundo foram criados em depressões de origem tectônica entre falhas. Os lagos também podem ser formados em crateras de vulcões extintos que, antigamente, eram ativos.

Os lagos artificiais podem ser lagos de pedreira, lagoas marginais ou lagos de pesca. Os maiores dentre os lagos artificais são os reservatórios, cujas águas são retidas por duques.

Os lagos são formações de curta duração que desaparecem relativamente rápido, após um processo natural de envelhecimento. Os lagos morrem por causa da seca ou, mais frequentemente, porque se enchem.

O enchimento de um lago já começa no início da sua formação. Esta é a primeira fase no ciclo de vida de um lago. Na segunda fase, o lago torna-se mais raso e uma vegetação submersa e flutuante começa a se desenvolver. Na terceira fase, as áreas de água aberta são ainda mais reduzidas, enquanto na quarta fase, o lago enche-se com a vegetação de tal modo que já não haverá mais áreas de água aberta.

Grande parte dos maiores lagos da Terra foram formados pelo gelo, enquanto as bacias lacustres mais profundas foram criadas como resultado de processos tectônicos. No entanto, o maior lago do mundo, o mar Cáspio, é um vestígio do mar Paratétis. O lago mais profundo da Terra, o Lago Baikal, foi formado ao longo de uma falha.

Itens relacionados

Terminologia da geografia física

Esta animação mostra as características mais importantes do relevo e das águas superficiais, e sua respectiva simbologia nos mapas.

O ciclo hidrológico

A água no planeta Terra está em permanente estado de mudança. O ciclo hidrológico inclui processos como a evaporação, a precipitação, o derretimento e a...

Topografia terrestre

Esta animação apresenta as montanhas, as planícies, os rios, os lagos e os desertos de maior magnitudes da Terra.

Caniço e junco

Plantas monocotiledôneas e cosmopolitas que habitam as beiras das águas paradas.

Formas de relevo eólicas nos desertos

O vento, como força externa, desempenha um papel importante na formação do relevo dos desertos.

Glaciação

A última Idade do Gelo terminou há cerca de 13 mil anos.

Os rios e a formação do relevo

Os rios têm um papel importante na formação da superfície da Terra: provocam erosão, transportam e depositam sedimentos.

Poluição da água

As principais fontes de poluição da água são a indústria, a agricultura e as zonas urbanas.

Relevo cárstico (intermédio)

As formações cársticas incluem dolinas e grutas calcárias.

Represa Hoover (Hoover Dam, EUA)

A enorme barragem construída no rio Colorado, nos EUA, foi nomeada em homenagem a um ex-presidente americano.

Falha Geológica (intermediária)

Forças podem causar a ruptura de várias camadas de rochas, o que faz com que elas se movam verticalmente, criando as chamadas falhas.

Geleira (intermédio)

A geleira é uma grande massa de gelo formada de neve e que se desloca lenta e permanentemente.

Placas tectônicas

As placas tectônicas podem mover-se umas em relação às outras.

Added to your cart.