Wright Flyer I (1903)

Wright Flyer I (1903)

Concebido e construído pelos irmãos Wright, o Wright Flyer foi o primeiro avião a motor mais pesado que o ar a voar com sucesso.

Tecnologia

Palavras-chave

avião, Wright Flyer, aviação, Wright, biplano, leme de profundidade, leme, hélice, berço, inventor, invenção, técnica

Extras relacionados

Perguntas

  • Qual destas afirmações é verdadeira?
  • Qual destas afirmações é verdadeira?
  • Que aconteceu ao Wright Flyer em 1905?
  • Quantos modelos Flyer foram construídos pelos irmãos Wright?
  • Em que ano construíram os irmãos Wright o seu Flyer I?
  • Por que motivo foi tão marcante o voo de Wilbur Wright a Itália em 1907?
  • O que inspirou a alcunha do\nWright Flyer I?
  • Qual a alcunha do Wright Flyer I?
  • O que construíram os irmãos Wright para ajudar os seus testes?
  • Em que país viveram os irmãos Wright?
  • Em que aspeto foram os irmãos Wright pioneiros?
  • É verdade que o Flyer I não tinha motor?
  • É verdade que o Flyer I alcançou a velocidade do som?
  • É verdade que os irmãos Wright construíram o seu próprio túnel de vento para encontrar a forma perfeita para as asas?
  • É verdade que o aerofólio do Flyer I (a forma da asa) era assimétrico?
  • É verdade que o Flyer I era um avião mais pesado que o ar?
  • É verdade que são iguais as forças resultantes que atuam sobre um avião e um avião a alta velocidade?
  • É verdade que a força resultante atua sobre um avião de cima para baixo durante a descolagem?
  • É verdade que só as construções mais leves que o ar conseguem voar?
  • Qual a velocidade média do Wright Flyer no seu voo mais longo?
  • Qual destas afirmações é verdadeira?

Cenas

Wright Flyer I

Os pioneiros da aviação

Crescendo em Ohio, nos Estados Unidos da América, os irmãos Wright (Wilbur e Orville), primeiro, abriram uma loja de bicicletas e estabeleceram uma fábrica de bicicletas.
Iniciaram testes aeronáuticos em 1899, inicialmente com planadores. Durante o desenvolvimento da tecnologia da aviação, principalmente, estavam interessados em dominar a elevação, propulsão e controlo do aparelho. Construíram também um túnel de vento de forma a testar a forma das asas.
A partir de 1900, continuaram os seus testes nos montes perto da pequena cidade de Kitty Hawk, na Carolina do Norte. Construíram em 1903 o Flyer I, que mais tarde recebeu o nome dessa localidade. O voo inaugural do aparelho em 17 de dezembro de 1903 foi um acontecimento pioneiro na história da aviação, já que foi o primeiro voo controlado bem-sucedido de um avião movido a motor e mais pesado que o ar. Estiveram presentes outras cinco testemunhas: membros da equipa de salvamento, um empresário e um rapaz da localidade. Durante os anos seguintes, os irmãos Wright continuaram a desenvolver o seu avião (com o Flyer II em 1904 e o Flyer III em 1905). Em 1905, conseguiram fazer um loop com o avião. O seu voo mais longo durou 39 minutos e cobriu uma distância de 39 km.

Wilbur e Orville Wright

Vista de perto

O primeiro voo

Durante o primeiro voo no dia 17 de dezembro de 1903, Orville Wright cobriu uma distância de 37 metros num percurso de 12 segundos. O voo foi documentado por uma famosa fortografia. O quarto voo realizado naquele dia foi o único voo controlado, Wilbur cobriu uma distância de 279 metros num percurso de 59 segundos. Este foi o primeiro voo público com 5 testemunhas: membros da equipa de salvamento, um empresário e um rapaz da localidade.

A famosa fotografia do primeiro voo dos irmãos Wright

Vista aérea

Construção

  • motor
  • elevador
  • leme
  • hélice
  • tanque de água
  • controlo de elevação
  • tanque de combustível
  • cubo de bicicleta
  • berço

A construção do Flyer I

O Wright Flyer era um biplano com estrutura de madeira. Tinha uma envergadura de asa de 12 metros e o seu peso era de 340 kg. A sua construção custou quase 2000 dólares. O motor foi colocado à direita do piloto deitado no seu estômago, na asa inferior. O motor foi ligado aos dois eixos horizontais por cadeias de bicicleta. O avião foi impulsionado por hélices ligadas à extremidade dos eixos. A eficiência da hélice era de 80%.
O Wright Flyer I foi também uma importante inovação técnica com respeito ao controlo. O aparelho estava equipado com elevadores separados e lemes de forma a proporcionar o melhor controlo possível. O piloto controlava o aparelho com uma alavanca (situada na parte da sua frente à esquerda, ligada ao leme e aos elevadores por fios) e o movimento do seu próprio corpo: conduzia o avião movendo um berço ligado ao seu quadril).
Os testes eram realizados numa área arenosa à beira-mar, portanto eles construíram uma pista de descolagem para que o avião acelerasse à velocidade necessária e descolasse a partir desta pista. O primeiro voo durou 12 segundos e percorreu 37 metros. Os irmãos Wright construíram um motor para o Flyer I com a ajuda do seu auxiliar Charlie Taylor porque não encontraram adequado nenhum dos motores disponíveis comercialmente.
O motor fabricado na oficina de Taylor em Dayton foi bastante leve e forte para proporcionar propulsão ao seu avião. O motor de uma potência de 12 cavalos e de um peso de 77 kg foi fixado ao lugar mais adequado: ao centro da asa inferior. Foi ligado aos eixos das hélices por cadeias de bicicleta.
O combustível e a água necessários para o funcionamento do motor eram carregados em tanques ligados à estrutura.

O Wright Flyer então...

...e hoje

Animação

Narração

Oriundos de Dayton, Ohio, os irmãos norte-americanos Wilbur e Orville Wright iniciaram testes com um avião em 1899, estando principalmente interessados em dominar a elevação, propulsão e controlo do aparelho. Construíram também um túnel de vento de forma a testar a forma das asas. A partir de 1900, continuaram os seus testes nos montes perto da pequena cidade de Kitty Hawk, na Carolina do Norte. Construíram em 1903 o Flyer I, que mais tarde recebeu o nome dessa localidade.
O voo inaugural do aparelho em 17 de Dezembro de 1903 foi um acontecimento pioneiro na história da aviação, já que foi o primeiro voo controlado bem-sucedido de um avião movido a motor e mais pesado que o ar. O avião foi pilotado por Orville Wright, que cobriu uma distância de 37 metros num percurso de 12 segundos. Para além do seu irmão, estiveram presentes outras cinco testemunhas: membros da equipa de salvamento, um empresário e um rapaz da localidade. O Wright Flyer era um biplano com estrutura de madeira. Tinha um comprimento de 6,4 metros e uma envergadura de asa de 12 metros. O seu peso máximo na descolagem era de quase 340 kg. As suas hélices eram movidas a um motor de 4 cilindros de refrigeração líquida. O aparelho estava equipado com elevadores separados e lemes de forma a proporcionar o melhor controlo possível. O piloto controlava o aparelho com uma alavanca e o movimento do seu próprio corpo. Durante os dois anos seguintes, os irmãos Wright continuaram a desenvolver o seu avião (com o Flyer II em 1904 e o Flyer III em 1905). Em 1905, conseguiram fazer um loop com o avião. O seu voo mais longo durou 39 minutos e cobriu uma distância de 39 km.

Extras relacionados

Avião motorizado (János Adorján, 1910)

A construção da "Libelle" (Libélula) é um dos marcos da história da aviação (húngara).

Planador de Otto Lilienthal

O engenheiro alemão Otto Lilienthal foi a primeira pessoa a realizar voos bem sucedidos com um planador concebido por si próprio.

A história da aviação

A animação resume o desenvolvimento da aviação desde o início até hoje.

Aeroporto

Aeroportos fornecem infraestrutura e serviços necessários para a aviação.

Balão de ar quente

Um balão de ar quente é um engenho que se eleva através do recurso a ar quente.

Chengdu J-20 Poderoso Dragão (China, 2017)

O Chengdu J-20, também conhecido como o Poderoso Dragão, é um caça furtivo chinês de quinta geração.

Experiência com helicóptero (Oszkár Asbóth, 1928)

O helicóptero de Oszkár Asbóth realizou o seu primeiro voo em 1928, no que constitui um marco na história da aviação.

Fokker Dreidecker I (1917)

O triplano alemão foi talvez o avião mais famoso da Primeira Guerra Mundial.

Dirigível zepelim, LZ 129 Hindenburg

Um zepelim é um tipo de dirigível de armação rígida.

Dirigível zepelim, LZ 17 Sachsen (1913)

Um zepelim é um tipo de dirigível de armação rígida.

Airbus A380 (2005)

Este avião tem dois andares e capacidade para transportar mais de 500 passageiros.

B-17 Fortaleza Voadora (EUA, 1938)

A "Fortaleza Voadora" foi desenvolvida pela Boeing para a Força Aérea do Exército dos Estados Unidos.

Boeing 747 (1969)

O Jumbo Jet é um dos aviões mais conhecidos do mundo.

Bombardier CRJ-200 (1991)

Este pequeno avião de passageiros foi concebido para ser rápido, cómodo e económico.

Concorde (1969)

O primeiro avião de passageiros supersónico entrou em serviço em 1976.

F-16 Fighting Falcon (EUA, 1978)

O Fighting Falcon é o avião de maior sucesso na categoria de caças polivalentes.

Hidroavião Junkers G 24

Um hidroavião (por vezes chamado de hidroplano) é um avião capaz de descolar não só de uma pista terrestre como também de uma superfície de água.

Junkers JU-52 (1932)

A aeronave de transporte mais popular da Europa produzida antes da Segunda Guerra Mundial.

MIG-31 (União Soviética, 1982)

O caça bimotor soviético fez o seu primeiro voo em 1982.

U-2 Dragon Lady (EUA, 1957)

Este avião militar de reconhecimento tem sido usado pela CIA desde a Guerra Fria.

Added to your cart.