Uniões políticas e económicas

Uniões políticas e económicas

Ao longo das últimas décadas, foram formadas várias uniões políticas e económicas entre países.

Geografia

Palavras-chave

política, economia, uniões, OTAN, União Europeia, G8, OPEP, NAFTA, ASEAN, Liga Árabe, zona euro, EFTA, Conselho Nórdico, estado membro, mundo, Europa, mapa, mapa do mundo, Países, país, globo, Terra, fronteira, geografia humana, sociedade, conhecimento cartográfico, geografia

Extras relacionados

Cenas

Uniões políticas e económicas europeias

As uniões políticas e económicas do mundo

G7 (Grupo dos Sete): Um fórum de cooperação entre os governos dos 7 países mais economicamente desenvolvidos do mundo. A sua primeira reunião, conhecida como a primeira cimeira económica mundial, foi realizada em 1975.

G10 (Grupo dos Dez): O grupo dos países que participam no Acordo Geral para a Obtenção de Empréstimos (GAB). O GAB foi estabelecido em 1962 para discutir questões económicas, monetárias e financeiras e para cooperar naquelas áreas. Os países participantes determinam a disponibilidade dos fundos do Fundo Monetário Internacional (FMI).

G20 (Grupo dos Vinte): É um fórum internacional que consiste pela União Europeia e pelas 19 economias notáveis do mundo. Foi fundado em 1999 para promover a discussão entre ministros das finanças, bancos centrais e chefes de estado sobre políticas relacionadas com estabilidade financeira internacional.

G33 (Grupo dos 33): É uma coalizão dos países em desenvolvimento estabelecido em 2003 para coordenar as suas atividades comerciais e políticas. O seu objetivo é apoiar os países participantes com semelhantes problemas, sobretudo relativamente à agricultura.

NAFTA (Acordo Norte-Americano de Comércio Livre): Um acordo assinado pelo Canadá, México e Estados Unidos em 1992, cujo principal objetivo foi estabelecer uma zona de comércio livre para os seus estados membros.
O acordo também visou proporcionar um mercado comum para os produtos e serviços dos Estados-Membros, de forma a criar novas possibilidades de emprego, bem como reforçar a competitividade das empresas da região no mercado mundial.

ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático): Uma organização internacional regional que promove a cooperação económica, cultural e política entre os países localizados no Sudeste da Ásia. Foi criada em 1967 com o objetivo de preservar a paz na região e proteger os seus estados membros da ameaça representada pelo bloco comunista.
Depois de meados dos anos 1970, o seu principal enfoque foi colocado na cooperação económica, embora esta tenha atingido um impasse uma década mais tarde.
Desde os anos 1990, a região tem assistido a um rápido crescimento económico, apoiado pela implementação da distribuição de trabalho entre os países, uma vez que estão especializados na indústria de alta tecnologia, na produção de bens em massa e na produção de bens de alta qualidade. Isto resultou na criação de uma zona regional de comércio livre. A organização é sediada em Jacarta.

OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo): Uma união política e económica cuja missão é coordenar a produção de petróleo bruto nos Estados membros.
A organização foi criada em 1960, quando o mercado de petróleo era dominado por companhias globais, principalmente norte-americanas, britânicas e holandesas, que estavam a tentar baixar o preço do petróleo. O seu objetivo era ajudar os seus membros a suportar melhor a pressão destas empresas.
Inicialmente, a sua função era vender as reservas de petróleo dos países em desenvolvimento e controlar os volumes de produção. Mais tarde, teve também uma grande influência na fixação de preços de petróleo bruto nos mercados mundiais. A sede da organização é em Viena.

Liga Árabe: Uma organização internacional regional dos países árabes. O seu objectivo é principalmente político. No entanto, semelhanças e proximidades culturais e geográficas constituem condições de adesão.
O seu objetivo é apoiar a cooperação e a assistência mútua, assim como contribuir para o desenvolvimento económico, social, político, cultural e militar dos estados membros. A sede da organização é no Cairo.

União Europeia

1957 - A Comunidade Económica Europeia, também conhecida como Mercado Comum, é criada em Roma.
Membros: República Federal da Alemanha, França, Itália e os países do Benelux.

1967 - O nome da organização é alterado para Comunidade Europeia.

A mudança do nome indica que a cooperação entre os Estados membros deixou de ser exclusivamente económica.

1973-1986 - Alargamento da Comunidade Europeia.
Membros que aderiram: 1973 - Reino Unido, Irlanda, Dinamarca; 1981 - Grécia; 1986 - Portugal e Espanha.

1985 - Assinatura do Acordo de Schengen, que fornece rigorosos controlos nas fronteiras externas e assegura a livre circulação de pessoas entre os Estados membros.

1992 - Assinatura do Tratado de Maastricht. Os Estados membros concordam em criar uma Europa (Ocidental) sem fronteiras até à entrada do novo milénio.

1994 - O nome da comunidade muda para União Europeia, indicando que a cooperação foi estendida para incluir a política externa e de defesa.

1995 - Novos Estados-Membros: Suécia, Finlândia, Áustria.

1995 - O Acordo de Schengen entra em vigor. (O Reino Unido não faz parte do Espaço Schengen. A Noruega e a Islândia, embora não pertencendo à UE, assinaram o Acordo.)

1997 - O tratado de alargamento à Europa de Leste é assinado.

2002 - Introdução da moeda única na União Europeia, o Euro. A zona euro é criada. A união monetária é estabelecida, tornando-se a UE na segunda maior economia do mundo.
Membros (em 2015): Alemanha, França, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Áustria, Finlândia, Espanha, Portugal, Itália, Irlanda, Grécia, Eslováquia, Eslovénia, Chipre, Malta, Estónia, Letónia, Lituânia.

2004 - Alargamento a Leste. Novos Estados-Membros: Chipre, República Checa, Estónia, Polónia, Letónia, Lituânia, Hungria, Malta, Eslováquia, Eslovénia.

2007 - Novos Estados-Membros: Bulgária e Roménia.

2013 - novo Estado-Membro: Croácia

Definições de termos:

Integração: fusão das economias nacionais independentes. As diferenças entre elas são cada vez menores, enquanto as suas relações económicas e, mais tarde, intra-estaduais, se tornam mais e mais semelhantes.
A unificação ocorre a dois níveis: nível micro (entre empresas) e nível macro (entre países).

A União Económica: O penúltimo passo no processo de integração. Esta fase caracteriza-se pela abolição das economias nacionais, surgindo uma política económica comum de produção e de venda conjunta, processos e investimentos conjuntos e cadeias tecnológicas que atravessam as fronteiras nacionais.

União política: A forma mais avançada de integração. Os Estados membros partilham não só as políticas económicas, mas também participam num governo conjunto, formando um único estado.

União Económica Regional: Uma forma de integração em que os Estados membros dentro de uma região geográfica bem definida formam uma união económica.

NATO

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) é uma aliança de 28 países da América do Norte e da Europa.
Foi fundada em Washington após a Segunda Guerra Mundial (4 de abril de 1949). Criada durante a Guerra Fria, a organização teve como objetivo enfraquecer a União Soviética que naquela época se tinha expandido na Europa Oriental e que se opunha ao Pacto de Varsóvia. No final da Guerra Fria, a NATO tornou-se a defensora da civilização ocidental.

Os objectivos fundamentais da NATO estão registados no Tratado do Atlântico Norte, em que os Estados membros se comprometem a utilizar todos os meios políticos e militares para proteger a sua liberdade e segurança.
A organização também procura prevenir a expansão da influência política e militar da Rússia. Hoje, as operações de manutenção da paz também são realizadas para além das fronteiras dos Estados membros. A grande potência líder da organização são os Estados Unidos. Deste modo, a política da NATO representa fortemente os interesses estrangeiros, políticos e económicos desse país.

Em 1999, a Hungria, a República Checa e a Polónia juntaram-se à organização. Em 2004, cinco outros membros juntaram-se (Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Lituânia e Letónia) assim como a Bulgária e a Roménia. Em 2009, a Croácia e a Albânia juntaram-se OTAN, depois em 2017 o Montenegro tornou-se membro também. Em 2018, lançaram negociações de adesão com a Norte da Macedónia.

Área de Schengen

O Acordo de Schengen é um tratado entre estados-membros da União Europeia e alguns estados europeus não pertencentes à União Europeia no que os membros concordam com abolir os controlos de fronteiras nas suas fronteiras internas e coletivamente organizam o controlo das fronteiras externais.

O acordo foi assinado por cinco países europeus (França, República Democrática Alemã e os países do BENELUX) em 1985 para abolir os controlos de fronteiras entre suas fronteiras internas. Recentemente participam no espaço Schengen 22 de 28 membros-estados da UE e 4 não-membros da UE (Islândia, Lichtenstein, Noruega e Suiça).

Extras relacionados

A história da migração humana

A migração das grandes populações humanas teve início na Antiguidade.

As divisões administrativas dos Países Baixos

Esta animação apresenta as províncias e as capitais provinciais dos Países Baixos.

Campo de refugiados na África (Darfur)

Milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido ao conflito militar no Sudão.

Cidades do mundo

Esta animação mostra a localização geográfica das principais cidades do mundo.

Estados e cidades dos E.U.A.

Esta animação mostra os estados e principais cidades dos E.U.A.

Factos geográficos interessantes - Geografia social

Esta animação apresenta vários factos interessantes sobre a geografia social.

Formas de governo e línguas oficiais

Esta animação mostra as formas de governo e línguas oficiais dos países do mundo.

Mapa administrativo da Alemanha

A animação mostra as regiões administrativas mais importantes da Alemanha.

Mapa administrativo da Áustria

Esta animação mostra a divisão administrativa da Áustria.

Monte Rushmore (EUA)

As esculturas do Memorial Nacional do Monte Rushmore, esculpidas em penhascos de granito, representam quatro grandes presidentes dos Estados Unidos.

Os povos eslavos

A maioria dos povos eslavos, classificados em três grandes grupos, vive atualmente em 14 países europeus.

Países da África

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países da África através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Países da América

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países da América através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Países da Ásia

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países da Europa através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Países da Europa

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países da Europa através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Países do mundo

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países do mundo através de exercícios divididos em três níveis de dificuldade.

Parque industrial

Os parques industriais disponibilizam infraestruturas e serviços às empresas.

Ponte Golden Gate (São Francisco, 1937)

A ponte suspensa que se estende sobre o estreito entre a baía de São Francisco e o Oceano Pacífico foi inaugurada em 1937.

Refugiados e migrantes

Esta animação mostra a atual crise migratória e dos refugiados de vários pontos de vista.

Religiões mundiais atuais

A distribuição geográfica das principais religiões mundiais foi influenciada por eventos históricos.

Símbolos e atracções do mundo

Um jogo acerca dos símbolos e atracções um pouco por todo o mundo.

Mapa administrativo da Hungria

Esta animação mostra as mais importantes regiões, condados e cidades da Hungria.

Added to your cart.