Tornados

Tornados

Sendo de curta-duração mas, ao mesmo tempo, poderosos, os tornados podem causar danos enormes.

Geografia

Palavras-chave

tornado, remolino de viento, vórtice, supercélula, nuvem, funil, vento, tempestade, ciclone, ar, corriente ascendente, destruição, chuva, granizo, tuba, frente de ar, geografia física, geografia, natureza, _javasolt

Extras relacionados

Cenas

Tornado

  • tornado
  • nuvem de parede
  • trajeto de destruição
  • edifícios danificados
  • edifícios sem dano

Um tornado, também chamado de redemoinho de vento, é uma coluna de ar em rotação acelerada, que está em contacto tanto com a superfície terrestre como com a base da nuvem. O seu diâmetro varia entre alguns metros e vários quilómetros. Apesar de durarem pouco tempo, podem ser extremamente poderosos e capazes de causar enorme devastação.

Áreas em risco

  • Oceano Pacífico
  • Oceano Atlântico
  • Oceano Índico
  • Oceano Ártico
  • ar quente - Massas de ar quentes e húmidas vindas do Sul que fluem perto da superfície.
  • ar frio - Corrente ocidental que flui a grandes altitudes e transporta massas de ar frias e secas.
  • África
  • Antártida
  • Austrália e Oceânia
  • Ásia
  • América do Sul
  • América do Norte
  • Europa

Os tornados podem formar-se em qualquer continente, menos na Antártida. A maioria dos tornados ocorre nas Grandes Planícies dos Estados Unidos da América, devido às características geográficas desta região. É aí que se encontram diferentes massas de ar: o ar frio e seco, vindo do oeste, encontra-se com o ar quente e húmido, vindo do sul, do Golfo do México.

Supercélula

  • ar quente
  • ar frio
  • corrente de ar ascendente
  • turbilhão horizontal
  • turbilhão vertical
  • rotação ciclónica
  • granizo
  • chuva

A maioria dos tornados forma-se a partir de nuvens de tempestade chamadas supercélulas, as quais por sua vez podem formar-se a partir de nuvens cumulonimbus na presença de correntes ascendentes convectivas.

A mudança na direção e na velocidade do vento em diferentes altitudes, fenómeno chamado cisalhamento do vento, produz um vórtice horizontal, paralelo ao solo. A força da corrente ascendente convectiva da tempestade eleva uma parte do vórtice horizontal e inclina-a na posição vertical. Forma-se assim um par de vórtices contra-rotativos em ambos os lados da corrente ascendente.

É normalmente o vórtice rodando ciclonicamente, no hemisfério norte em sentido anti-horário e no hemisfério sul em sentido horário, que se torna mais forte, enquanto o outro morre. Como resultado, forma-se um vórtice de eixo vertical, ou seja, uma corrente ascendente chamada mesociclone.

Tornadogénese

  • corrente de ar ascendente - O ar no exterior do tornado desloca-se para cima.
  • corrente de ar descendente - No centro, o ar flui em direção à superfície, substituindo o ar que se desloca para cima.
  • poeira
  • funil

Os tornados podem formar-se quando o mesociclone recebe fornecimento de ar quente e húmido a partir da superfície. Ao mesmo tempo, uma corrente descendente está presente no centro do mesociclone.

Quando o vórtice vertical se estende em direção ao solo, a rotação torna-se mais intensa. Quando a rotação é suficientemente intensa, forma-se um funil que descende da parte inferior da supercélula. Quando este funil atinge o solo passa a chamar-se tornado.

O tornado suga poeira e resíduos do chão, pelo que a parte inferior do funil torna-se mais escura.

Na maioria dos casos, a intensidade do tornado, bem como o seu diâmetro, diminui rapidamente. O tornado acaba por fim por desaparecer completamente.

Categorias

  • EF0 - Possíveis danos: telhados danificados, queda de ramos de árvores, queda de árvores de raiz fraca.
  • EF1 - Possíveis danos: danos maiores nos telhados, janelas quebradas, portas danificadas, casas móveis tombadas.
  • EF2 - Possíveis danos: telhados arrancados, casas móveis destruídas, grandes árvores quebradas ou arrancadas, objetos ligeiros voando como mísseis.
  • EF3 - Possíveis danos: andares completos arrancados de edifícios altos, comboios tombados, a maioria das árvores quebradas ou arrancadas da raiz.
  • EF4 - Possíveis danos: destruição de casas bem construídas, estruturas com fundações fracas arrancadas e carros levantados pelo vento.
  • EF5 - Possíveis danos: destruição de edifícios de betão armado de vários andares, carros lançados pelo vento como mísseis.
  • 105-137 km/h
  • 138-178 km/h
  • 179-218 km/h
  • 219-266 km/h
  • 267-321 km/h
  • ˃ 322 km/h
  • danos ligeiros
  • danos moderados
  • danos consideráveis
  • danos severos
  • danos devastadores
  • danos incríveis

A maioria dos tornados dura apenas alguns minutos. No entanto, podem causar danos significativos. Três quartos dos tornados não atinge uma velocidade de 180 km/h. A esta velocidade, podem causar apenas danos moderados. Contudo, os tornados que atingem uma velocidade de várias centenas de km/h podem causar uma enorme destruição, tal como destruir edifícios inteiros.

A Escala Fujita melhorada, uma versão modificada da Escala Fujita, criada por um meteorologista de origem japonesa, é utilizada para classificar os tornados. A escala contém seis categorias com base na intensidade dos tornados e no dano que eles causam.

Animação

Extras relacionados

Circulação atmosférica

A diferença entre a temperatura das zonas polar e equatorial causa circulação atmosférica, que é influenciada por diversos fatores, incluindo a rotação da...

Formação de nuvens, tipos de nuvens

A evaporação da água à superfície forma nuvens de várias formas, das quais volta a cair água para a superfície sob a forma de precipitação.

Ciclone e anticiclone de latitude média

Os ciclones são grandes turbilhões de ar, no interior dos quais se formam nuvens e precipitação.

Ciclones tropicais

Os ciclones são grandes turbilhões de ar, no interior dos quais se formam nuvens e precipitação.

Estrutura da Terra (nível intermédio)

A Terra é composta por várias camadas esféricas.

Frente quente, frente fria

As frentes quentes e frias são formadas pelo encontro de massas de ar quente e frio.

Raio

Um raio é uma descarga eletrostática repentina acompanhada por um som conhecido como trovão.

Ventos locais

Os mais importantes tipos de ventos locais são as brisas marítimas, as brisas de montanha e os ventos descendentes.

Atividade vulcânica

A animação mostra os diferentes tipos de erupções vulcânicas.

Terramoto

O terramoto é um dos fenómenos naturais mais devastadores.

Tsunami

Os tsunamis são ondas enormes com um imenso poder de destruição.

Added to your cart.