Tigre dentes-de-sabre

Tigre dentes-de-sabre

Espécie de felino de grandes proporções, já extinto, cujo nome deriva da forma dos seus dentes caninos.

Biologia

Palavras-chave

tigre dentes-de-sabre, tigre, fóssil, extinto, Plistocénico, mioceno, canino, animal, vertebrado, mamífero, predador, superpredador, carnívoro, biologia

Extras relacionados

Cenas

Tigre dentes-de-sabre

Anatomia

  • Comprimento: 1,5 metros
  • Altura: 1 metro
  • Comprimento da cabeça: 30cm
  • Comprimento dos dentes de sabre: 18-28 cm
  • Massa: 160-280 kg
  • grandes dentes caninos - Eram dentes bastante frágeis, pelo que o tigre provavelmente os utilizava não para subjugar a presa, mas sim para lhe perfurar o pescoço uma vez capturada.
  • mandíbulas que abrem até um ângulo de 120 graus - Os leões conseguem abrir as suas mandíbulas até um ângulo de 65 graus, enquanto para os tigres dentes-de-sabre era necessária uma abertura larga de mandíbulas por causa dos grande dentes caninos que tinham.
  • patas traseiras curtas
  • patas dianteiras fortes

Esqueleto

  • crânio
  • costelas
  • coluna vertebral
  • pata dianteira
  • pata traseira
  • grandes dentes caninos - Eram dentes bastante frágeis, pelo que o tigre provavelmente os utilizava não para subjugar a presa, mas sim para lhe perfurar o pescoço uma vez capturada.

Fóssil

Animação

Narração

O Smilodon fatalis, ou o tigre dentes-de-sabre, foi um habitante das pradarias americanas. Alimentava-se principalmente de grandes ungulados.

Com base na estrutura do seu corpo, até poderia ser mais lento, mas seria muito mais forte e robusto do que os grandes felinos atuais. Não perseguia as suas presas, antes atacando-as de surpresa. Os tigres dentes-de-sabre lançavam-se rapidamente sobre as suas presas com as suas pernas dianteiras poderosas, e depois usavam os seus dentes caninos para rasgar as suas gargantas e pescoços.

Os tigres dentes-de-sabre americanos tornaram-se extintos no final da última época glaciar, há aproximadamente 10 000 anos. De acordo com uma teoria, os nativos americanos também chegaram ao continente por volta desta altura. É possível que estes tenham contribuído para as razões da extinção dos tigres dentes-de-sabre, ou porque estes caçavam as mesmas presas diminuindo a disponibilidade de alimento para os tigres, ou porque caçavam diretamente estes perigosos predadores.

Extras relacionados

Dentição dos mamíferos

A dentição de diferentes espécies de mamíferos reflete os respetivos hábitos alimentares.

Mamute-lanoso

Proboscídeos extintos, da família próxima dos atuais elefantes e frequentemente caçados pelo homem pré-histórico.

Dentição humana

Os seres humanos têm 4 tipos de dentes: incisivos, caninos, pré-molares e molares

Dodó

O dodó é uma espécie de ave extinta, originária da ilha Maurícia.

Evolução humana

O cérebro e o crânio sofreram alterações significativas durante a evolução humana.

Glaciação

A última Idade do Gelo terminou há cerca de 13 mil anos.

Gruta paleolítica

As primeiras moradias da história da Humanidade fornecem bastantes informações sobre o estilo de vida dos nossos antepassados.

Homo erectus

O "homem ereto" usava ferramentas e sabia como acender fogueiras.

Panda-gigante

Vamos aprender sobre as espécies de ursos que se tornaram o símbolo da conservação de espécies.

A expansão do Homo sapiens na Terra

O 'homem sábio' originário de África expandiu-se pela maior parte dos continentes.

Cão doméstico

O cão é uma subespécie domesticada do lobo.

Esquilo terrestre europeu

Roedores subterrâneos, disseminados por toda a Europa Central e Oriental.

Ouriço de peito branco do norte

O ouriço de peito branco do norte enrola-se numa bola, utilizando os seus espinhos para defender-se.

Texugo europeu

O texugo europeu é um animal omnívoro e noturno. As colónias de texugos vivem em grandes sistemas de tocas subterrâneas.

Veado-vermelho

Os veados-vermelhos são artiodátilos da família dos ruminantes. Os machos têm esgalhos espetaculares.

Added to your cart.