Teatro de Pompeia (Roma, século I a. C.)

Teatro de Pompeia (Roma, século I a. C.)

Cneu Pompeu Magno foi responsável por um dos primeiros teatros permanentes feitos em pedra da Roma Antiga.

Artes visuais

Palavras-chave

Pompeu, teatro, teatro de pedra, Templo de Vénus, Júlio César, construção, arquitetura, estrutura, Roma, Roma antiga, Római Birodalom, drama, tragédia, etapa, Antiguidade, história, cultura

Extras relacionados

Perguntas

  • Qual destas afirmações é verdadeira sobre Cneu Pompeu Magno?
  • Qual destas personalidades não foi membro do Primeiro Triunvirato?
  • Qual era o apelido de Pompeu?
  • Em que batalha foi Pompeu derrotado pelo exército de César?
  • Qual destas afirmações é verdadeira sobre o Teatro de Pompeia?
  • A qual destas deidades era dedicado o templo que se situava por cima do auditório?
  • Qual destes edifícios está mais intrinsecamente associado com a morte de Júlio César?
  • Qual destes elementos não fazia parte do Teatro de Pompeia?
  • Qual destes elementos fazia parte do Teatro de Pompeia?
  • Qual era a forma da parede decorativa do Templo de Vénus?
  • Quem foi contemporâneo de Cneu Pompeu Magno?
  • Qual destas personalidades não foi um contemporânea de Cneu Pompeu Magno?
  • O que significa a palavra quadriporticus?
  • Que edifício não se localizava na Roma Antiga?
  • É verdade que o Teatro de Pompeia foi utilizado mesmo depois da queda do Império Romano Ocidental?
  • Qual era a forma de governo na Antiga Roma durante a construção do Teatro de Pompeia?
  • Em que século foi construído o Teatro de Pompeia?
  • Para quem estava reservada a parte do teatro chamada "orchestra"?
  • Em que parte do Teatro de Pompeia é que os actores atuavam?
  • Onde se reuniu o Senado no dia do assassinato de Júlio César?
  • Que cor tinham as franjas da toga que os senadores vestiam?
  • Quem era a Musa da Comédia na mitologia grega?
  • Qual era a relação de Júlio César com Cneu Pompeu?
  • Que forma tinha o auditório do Teatro de Pompeia?
  • Qual era a capacidade de lugares sentados do Teatro de Pompeia?
  • É verdade que os bilhetes do Teatro de Pompeia tinham lugares marcados?
  • Qual era a função original dos edifícios chamados "curiae"?
  • Como se financiou o Teatro de Pompeia?
  • O que aconteceu na Curia Pompeia depois do assassinato de César?
  • Porque é que o teatro foi construído?

Cenas

Edifício

  • pátio (jardim) - A construção do complexo de jardins decorado com fontes e estátuas foi muito cara.
  • Curia Pompeia - No edifício localizado no fundo do jardim eram celebradas as reuniões do Senado.
  • quadriporticus - O jardim de base retangular estava rodeado por pórticos por todos os lados. Também se exibiam obras de artes colecionadas por Cneu Pompeu Magno.
  • Theatrum Pompeii - O teatro de pedra inaugurado em 55 a.C. recebeu o seu nome de Cneu Pompeu Magno.

Cneu Pompeu Magno, ou Pompeu, o Grande, (106 a.C. - 48 a.C.) foi um político e general romano do período tardio da República Romana. Devido aos seus êxitos militares, adquiriu o título "o Grande". Foi eleito cônsul da república três vezes. Em 60 a.C. formou o Primeiro Triunvirato com Marco Licínio Crasso e Caio Júlio César. No entanto, Pompeu perdeu a luta pelo poder que entretanto surgiu entre eles, quando César e as suas tropas o derrotaram definitivamente na Batalha de Farsália em 48 a.C.

Durante o seu segundo consulado, Pompeu iniciou a construção de um teatro inspirado pela sua visita à cidade grega de Mitilene. O seu objectivo era ganhar popularidade política com este edifício espetacular. A construção do teatro começou perto de 61 a.C. e foi financiada pelo saque obtido por Pompeu nas suas campanhas militares. O complexo de edifícios inaugurado em 55 a.C. foi o primeiro teatro significativo construído em pedra na cidade de Roma.

O Teatro de Pompeia (ou Theatrum Pompeii) consistia em três partes: o teatro, o complexo de jardins rodeado por pórticos e a curia, que recebeu o seu nome de Pompeu, situada no fundo do jardim.

Teatro

  • porticus post scaenam - O pórtico decorado estava ligado à scaenae frons e situava-se à frente dela. Era constituído por colunas coríntias.
  • scaenae frons - O muro que formava o fundo do teatro e que também funcionava como cenário. Geralmente tinha dois ou três níveis de altura.
  • vomitorium - Sistema de passagens que se utilizava para entrar e sair rapidamente do teatro.
  • cavea - Era o auditório.
  • orchestra - Era aqui que ficava o coro nos teatros gregos antigos, mas em Roma já não tinha um papel importante.
  • proscaenium - Situava-se entre o nível do palco e a orquestra. Era habitual estar decorado.
  • pulpitum - O palco, localizado em frente da scaenae frons.
  • Templo de Vénus - O templo encontrava-se no alto do auditório e era dedicado à deusa romana do amor e da beleza.

A estrutura dos teatros de pedra romanos era semelhante ao modelo dos Gregos. No entanto, havia duas diferenças significativas entre eles: os teatros helénicos eram construídos sobre a ladeira de uma colina, aproveitando as características do relevo, enquanto os teatros romanos tinham uma base própria construída em terreno plano. A outra diferença evidente é que os teatros romanos eram fechados por todos os lados.

O elemento estrutural mais espetacular do teatro semicircular era a scaenae frons, um muro de vários níveis decorado com colunas e estátuas, que formava o fundo do teatro e também funcionava como cenário. Havia uma porta central (porta regia) que era usada pelos actores na hora de entrar ou sair do palco (pulpitum). O auditório (cavea) estava à mesma altura que o muro de fundo. Segundo os registos, tinha capacidade para 40 mil pessoas, correspondendo o bilhetete de entrada a lugares específicos. O sistema de passeios e de entradas e saídas em baixo do auditório permitia que este fosse esvaziado ou preenchido rapidamente. No topo do centro do auditório estava o Templo de Vénus.

O Teatro de Pompeia foi o único teatro em Roma durante cerca de 40 anos. Mesmo depois da construção de novos teatros, a sua importância manteve-se devido ao seu enorme tamanho e beleza espetacular.

Ironicamente, depois da derrota de Pompeu por Júlio César, este celebrou a vitória neste complexo de edifícios. Mais tarde, vários imperadores, como por exemplo Augusto, Cláudio e Septimio Severo renovaram e reconstruíram o teatro, que nunca perdeu a sua função, nem sequer depois da queda do Império Romano do Ocidente em 476 d.C.). A população de Roma diminuiu em meados do século VI por causa das guerras e o Teatro de Pompeia não foi mais utilizado, acabando por ser abandonado.

Auditório

  • porticus post scaenam - Pórtico decorado constituído por colunas coríntias ligado à scaenae frons e situado à sua frente.
  • pulpitum - O palco, localizado em frente da scaenae frons.
  • proscaenium - Situava-se entre o nível do palco e a orquestra. Era habitual estar decorado.
  • scaenae frons - O muro que formava o fundo do teatro e que também funcionava como cenário. Geralmente tinha dois ou três níveis de altura.
  • porta regia - Porta no centro do palco, utilizada pelos atores.

Palco

  • porticus - Galeria de colunas.
  • entradas e saídas - Graças ao trabalho de geniais desenhadores e arquitetos, as pessoas podiam entrar e sair rapidamente dos teatros de modo semelhante aos anfiteatros.
  • cavea - Era o auditório.
  • orchestra - Era aqui que ficava o coro nos teatros gregos antigos, mas em Roma já não tinha um papel importante.
  • Templo de Vénus - O templo encontrava-se no alto do auditório e era dedicado à deusa romana do amor e da beleza.
  • aditus maximus - Permitia o acesso ao nível da orquestra. Havia um em cada lado do teatro.

Templo de Vénus

  • pórtico - Galeria de colunas.
  • frontão
  • tímpano - Uma área semi-circular ou triangular dentro do frontão, delimitada por cornijas. Era habitualmente decorada com relevos e estátuas.
  • cornija
  • coluna de granito

Na mitologia romana, Vénus era a deusa da beleza, amor, fertilidade e prosperidade. O seu equivalente grego é Afrodite. Era também considerada a mãe do povo romano, porque o seu filho (Eneias) foi quem saiu de Tróia em chamas para Itália. O seu culto era central para o politeísmo dos Romanos e havia numerosos festivais ligados a Vénus.

Numerosos templos eram dedicados a Vénus, incluindo o templo erigido por Pompeu, o qual coroava o edifício do seu teatro. Segundo a lenda, Pompeu disse uma vez que apenas tinha construído um templo e que o teatro constituía apenas umas escadas que lhe garantiam acesso.

Jardim

O espetacular jardim situava-se atrás da scaenae frons, o muro de fundo do teatro. A área retangular estava rodeada por pórticos em todos os lados.

As fontes eram alimentadas pelos aquedutos próximos, fornecendo água às flores, plantas e estátuas de Pompeu. Algumas das estátuas eram exibidas debaixo do quadriporticus.

Curia

  • senadores - O Senado era o poder legislativo mais importante da República de Roma. Os seus membros faziam parte da elite e vestiam-se com togas de franjas roxas.
  • frontão
  • tímpano - Uma área semi-circular ou triangular dentro do frontão, delimitada por cornijas. Era habitualmente decorada com relevos e estátuas.
  • cornija
  • pórtico - Galeria de colunas.
  • Caio Júlio César - Um dos estadistas romanos mais conhecidos foi assassinado na Curia Pompeia a 15 de Março de 44 a.C., enquanto estava a caminho da reunião do Senado.

O teatro e a Curia Pompeia estavam localizados num dos extremos do jardim. As curias romanas acolhiam encontros e reuniões políticas. Também o Senado, o poder legislativo mais importante da República de Roma, celebrava aqui provisoriamente as suas reuniões neste período.

No entanto, a Curia Pompeia tornou-se mais conhecida por ter sido o lugar onde Júlio César foi assassinado, provavelmente a 15 de Março de 44 a.C., por senadores e aristocratas defensores da República.

Passeio

Animação

  • Templo de Vénus - O templo encontrava-se no alto do auditório e era dedicado à deusa romana do amor e da beleza.

Júlio César

Caio Júlio César (100 A.C. - 44 A.C.) foi um general, estadista e político romano, e provavelmente uma das figuras mais conhecidas da Roma Antiga. Este popular general formou o Primeiro Triunvirato com Cneu Pompeu Magno e Marco Licínio Crasso em 60 a.C. Depois de derrotar Pompeu, estabeleceu uma autocracia militar. Foi um ditador perpétuo, ou seja, ocupou os cargos políticos mais importantes durante a vida inteira. Essencialmente, foi ele quem preparou o caminho que levou à formação do Império Romano. Ainda que a sua singular popularidade não diminuísse, os defensores da República prepararam um atentado contra ele, que levaram a cabo com êxito nos Idos de Março (15 de Março) de 44 a.C.

Narração

Cneu Pompeu Magno, político e líder militar romano, foi o responsável pela construção do teatro. A sua construção terminou em 55 a.C. e o Teatro de Pompeia, que tinha sido financiado principalmente pelo dinheiro vindo dos saques das suas campanhas militares, tornou-se no primeiro teatro de pedra de Roma, Cidade Eterna.

O teatro tinha uma forma semi-circular e uma capacidade para 40 mil lugares sentados. No topo do centro do auditório, no lado oposto ao palco, encontrava-se o Templo de Vénus. Um jardim espetacular estava localizado atrás do scaenae frons, o muro que se encontrava atrás do teatro e que servia como cenário. O jardim retangular estava rodeado por pórticos em todos os lados e era decorado com fontes e estátuas.

A Curia Pompeia, que recebeu o seu nome de Pompeu, estava localizada na outra ponta do jardim, no lado oposto ao teatro. Era um local destinado a encontros políticos e reuniões do Senado Romano também decorriam aqui ocasionalmente. De acordo com fontes históricas, Júlio César, uma das mais populares figuras da Roma Antiga, foi assassinado na Curia Pompeia.

Extras relacionados

Teatro grego antigo (Teatro de Dionísio, Atenas, século IV a.C.)

Com uma forma característica e excelente acústica, o teatro estava situado ao lado da Acrópole em Atenas.

Alésia (França, século I a.C.)

A cidade gaulesa de Alésia, defendida por Vercingetorix, foi cercada pelas forças romanas de Júlio César, em 52 a.C..

Coliseu (Roma, século I)

O mais famoso e esplendoroso anfiteatro de Roma foi construído no século I d.C.

O Palácio de Diocleciano (Split, Croácia)

O palácio semelhante a uma fortaleza foi construído por ordem do Imperador Romano Diocleciano na costa, perto da sua cidade natal.

Senador da Roma Antiga com a sua mulher

Os Senadores, como membros da mais alta classe social na Roma Antiga, usavam togas com bordas púrpuras.

Teatro Olimpico (Vicenza, século XVI)

O primeiro teatro coberto da história moderna, construído seguindo os padrões de construção da Antiguidade, foi inaugurado em 1585.

Ara Pacis Augustae (Roma, século I a.C.)

O Altar da Paz, mandado erigir no reinado de Augusto, foi uma das mais importantes obras da Roma Antiga.

Arco de Tito (Roma, século I)

Este Arco do Triunfo foi erigido à entrada do Fórum Romano, para comemorar a vitória do Imperador Tito no Cerco de Jerusalém.

Casa romana (domus)

Na Roma Antiga, a residência urbana das famílias abastadas era a domus, uma casa espaçosa, com várias divisões e plantas variadas.

Circo Máximo (Roma)

A enorme arena da Roma Antiga tornou-se famosa pelas suas corridas de bigas.

Estrada e aqueduto romanos

A rede de estradas e aquedutos do Império Romano reflete bem o alto nível de desenvolvimento da civilização romana.

Globe Theatre (Londres, século XVII)

William Shakespeare foi um dos diretores deste teatro renascentista ao ar livre, construído em Londres.

Panteão (Roma, século II)

O "Templo de todos os deuses" foi construído durante o reinado do imperador romano Adriano.

Termas de Caracala (Roma, século III)

O magnífico complexo das termas do imperador romano foi construído no século III A. D.

Added to your cart.