Portão de Brandemburgo

Portão de Brandemburgo

Esta estrutura neoclássica é um dos monumentos mais conhecidos de Berlim e da Alemanha.

Artes visuais

Palavras-chave

Brandenburg, Langhans, Berlim, classicista, Classicismo, portão, Frederico Guilherme II, paz, símbolo, Alemanha, arquitetura, estrutura

Extras relacionados

Cenas

Portão de Brandemburgo

  • portão - O desenho baseia-se no Propileu, a entrada da Acrópole de Atenas, na Grécia. Foi originalmente chamado Porta da Paz.
  • estátua - Representa Victoria, a deusa da vitória, numa carruagem puxada por quatro cavalos. A estátua com 5 metros de altura que adorna a parte superior do Portão de Brandemburgo foi desenhada por Johann Gottfried Schadow. A figura representava originalmente a deusa da paz.
  • edifícios de entrada - O Portão de Brandemburgo foi uma das muitas entradas do 'Muro Aduaneiro' de Berlim. Hoje em dia, nas casetas, estão esculturas dos deuses Marte e Minerva.
  • átrios com colunas - Originalmente havia casetas em ambos os lados do Portão para serviços aduaneiros. Após se tornarem obsoletas, foram substituídas por salas abertas com colunas, desenhadas por Heinrich Strack, de acordo com o estilo do próprio Portão.

De perto

  • corredores - Os pilares do Portão de Brandemburgo formam cinco zonas de passagem. A passagem central é mais larga do que as restantes quatro; foi desenhada para carruagens reais. As que estão em ambos os lados eram utilizadas por pedestres.
  • colunas - O Portão de Brandemburgo é suportado por 12 colunas Dóricas de quinze metros de altura. As colunas têm um diâmetro de 1.75 metros na base. Curiosamente, os eixos das colunas foram acanelados em estilo ´jónico.
  • ático - Um elemento arquitetónico típico da arquitetura renascentista e neoclássica; um muro baixo, acima da cornija de uma fachada clássica. É decorada com relevos que representam a procissão triunfal de Irene, a deusa da paz.
  • estátua - Representa Victoria, a deusa da vitória, numa carruagem puxada por quatro cavalos. A estátua com 5 metros de altura que adorna a parte superior do Portão de Brandemburgo foi desenhada por Johann Gottfried Schadow. A figura representava originalmente Irene, a deusa da paz.
  • relevos - As superfícies interiores dos arcos estão decoradas com relevos que mostram, entre outras coisas, os feitos de Hércules.

Estátua

  • Victoria - A deusa alada da vitória, conhecida com Nike na mitologia grega e Victoria na mitologia romana.
  • quadriga - Uma antiga carruagem de guerra puxada por quatro cavalos. A representação mostra a deusa Victoria a chegar à cidade na carruagem, trazendo consigo paz.
  • Cruz de Ferro - Este símbolo tem origem no símbolo da cruz da Ordem Teutónica Medieval, que foi fundada em 1190; era também o emblema do rei prussiano Frederico, o Grande. No Reino da Prússia, era uma das mais elevadas condecorações militares, estabelecida pelo rei Frederico Guilherme III, em 1813. Hoje é usado como símbolo do Bundeswehr, as forças armadas alemãs modernas. Deusa segurava originalmente uma coroa de ramo de oliveira, o símbolo da paz, que foi depois substituída pela Cruz de Ferro, rodeada por uma coroa de carvalho, com a água prussiana sentada, para enfatizar o novo papel do Portão de Brandemburgo como arco do triunfo prussiano.
  • Águia prussiana - A águia tradicionalmente simbolizava coragem, força e imortalidade. Era também considerada 'o rei dos céus' e um mensageiro dos deuses. Tornou-se um símbolo de poder e força na Roma antiga, onde era associada a Júpiter, enquanto na mitologia grega era associada a Zeus e a Odin na mitologia germânica. Foi um dos símbolos militares e reais do Império Romano e depois do Reino Franco e do Sacro Império Romano-Germânico. A sua importância aumentou ainda no Reino da Prússia. Hoje em dia, aparece no brasão da Alemanha.

Animação

Narração

O Portão de Brandemburgo encontra-se em Berlim, a capital da Alemanha. Foi mandada construir pelo rei prussiano Frederico Guilherme II. O portão foi desenhado por Carl Gotthard Langhans e construído entre 1788 e 1791.

O desenho Neoclássico do portão baseia-se no Propileu, a entrada da Acrópole de Atenas, na Grécia. Foi construído com arenito. O portão é suportado por doze colunas dóricas que formam cinco aberturas. O interior das aberturas e o ático que adorna a parte superior do portão foram decorados com relevos.

A peça central da estrutura é a estátua colocada acima do ático. Esta estátua com cinco metros de altura representa Victoria, a deusa alada da vitória, numa carruagem puxada por quatro cavalos, chamada quadriga.

Hoje em dia, o Portão de Brandemburgo é um dos mais importantes símbolos de Berlim e da Alemanha. Testemunhou numerosos eventos da história da Europa e do mundo inteiro.

Extras relacionados

Arco de Tito (Roma, século I)

Este Arco do Triunfo foi erigido à entrada do Fórum Romano, para comemorar a vitória do Imperador Tito no Cerco de Jerusalém.

Arco do Triunfo (Paris, 1836)

A construção do Arco do Triunfo foi apenas terminada em 1836, após a queda de Napoleão.

Estátua da Liberdade (Nova Iorque, 1886)

A estátua foi oferecida pelos franceses aos EUA, no centenário da comemoração da independência americana.

Mapa administrativo da Alemanha

A animação mostra as regiões administrativas mais importantes da Alemanha.

Muro de Berlim (1961-1989)

Símbolo de divisão e opressão, o Muro dilacerou numerosas famílias e toda uma cidade.

Namdaemun (Seul, Coreia do Sul, século XV)

Considerado o tesouro nacional mais importante da Coreia do Sul, o Namdaemun foi uma das maiores e principais portas das muralhas medievais de Seul.

Torre Eiffel (Paris, 1889)

A torre de ferro treliça, erigida para a Exposição Universal de 1889, tornou-se o símbolo da capital francesa.

Added to your cart.