Glândula tiroide

Glândula tiroide

Importante glândula endócrina, que produz hormonas que afetam o metabolismo e o equilíbrio de cálcio no corpo.

Biologia

Palavras-chave

glândula tireóide, glândula endócrina, tiroxina, hormônio, calcitonina, hipertireoidismo, hiportireoidismo, hipertiroidismo, bócio, mixedema, cretinismo, feedback, regulação, Iodo, concentração de cálcio, metabolismo, osso, humano, biologia

Extras relacionados

Cenas

Efeitos da tiroxina

Glândula tiroide

Histologia

Produção de tiroxina

Animação

Narração

A glândula tiroide é uma glândula de secreção interna que produz hormonas. A sua hormona mais importante é a tiroxina, que facilita a oxidação biológica, ou seja, os processos catabólicos celulares de produção de energia. Por esta razão, aumenta a necessidade de oxigénio nas células e, por conseguinte, a temperatura corporal​. Estimula a absorção da glucose no sistema intestinal, elevando o nível da glucose sanguínea. A tiroxina tem um papel importante no desenvolvimento e funcionamento dos ossos, músculos e cérebro.

A hipersecreção da tiroxina resulta na doença de Graves Basedow, cujos sintomas incluem nervosismo, movimentos bruscos, frequência cardíaca mais acelerada e perda de peso, mesmo havendo mais ingestão de comida. Outro sintoma típico é a propulsão perceptível do globo ocular devido à acumulação de tecido conjuntivo na órbita do olho.

A carência de tiroxina nos adultos causa o aumento do tamanho da glândula tiroide, conhecida como bócio. Uma causa pode ser a deficiência de iodo, visto que a tiroxina é uma hormona que contém esta substância. Por isso, é recomendado o consumo de sal. Um caso mais grave é a mixedema, cujos sintomas principais são bócio, pele inchada e seca, lentidão mental e física, obesidade e a intolerância ao frio.

A deficiência congénita de tiroxina pode resultar em cretinismo. O cretinismo provoca nanismo desproporcional e deficiência mental.

O tecido da tiróide é composto por folículos formados por células epiteliais. As células segregam tirosina para as cavidades, onde se une com átomos de iodo, formando tiroxina. As células absorvem a tiroxina e libertam-na na corrente sanguínea. A tiroxina tem um papel central na regulação do metabolismo e na ontogenia.

Extras relacionados

As glândulas adrenais

As glândulas adrenais são responsáveis pela manutenção da homeostase e produção de uma resposta rápida aos estados de estresse.

Eixo hipotálamo-hipófise

O eixo hipotálamo-hipófise é o centro regulador do nosso sistema endócrino.

Glândulas ligadas ao duodeno

O pâncreas e o fígado libertam sucos gástricos para o duodeno.

Produção de voz

Quando produzimos som, o ar que sai dos pulmões faz vibrar as cordas vocais.

Sistema endócrino

As glândulas do sistema endócrino segregam hormonas no sangue.

Aparelho reprodutor feminino (intermédio)

O aparelho reprodutor é composto por uma série de órgãos que trabalham em conjunto com vista à reprodução.

Aparelho reprodutor masculino

O aparelho reprodutor masculino é composto por órgãos que trabalham em conjunto tendo como fim a reprodução.

Added to your cart.