Descobrimentos (séculos XV-XVII)

Descobrimentos (séculos XV-XVII)

Os Descobrimentos no ínicio da Idade Moderna não só redesenharam os mapas, como também tiveram diversos outros impactos.

História

Palavras-chave

descoberta, Cristóvão Colombo, Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, Américo Vespúcio, Fernão de Magalhães, Jacques Cartier, Willem Barents, Abel Tasman, Francis Drake, Henry Hudson, Terra, Novo Mundo, bússola, astrolábio, navegação, barco, Oceano Pacífico, Boa Esperança, passagem do noroeste, região polar, costa, América, Índia, África, Tasmânia, Nova Zelândia, Austrália, português, espanhol, Italiano

Extras relacionados

Cenas

Terra

Bartolomeu Dias

Cristóvão Colombo

Vasco da Gama

Américo Vespúcio

Fernão de Magalhães

Jacques Cartier

Francis Drake

Willem Barents

Henry Hudson

Abel Tasman

Narração

O explorador português Bartolomeu Dias começou a sua jornada em 1487, a pedido do rei de Portugal. Os objetivos desta expedição eram os de descobrir a passagem para o Oceano Índico e chegar até à ponta sul de África. A expedição foi completada com sucesso nesse mesmo ano, com o explorador a atingir o Cabo da Boa Esperança, o qual, nessa época, era considerado como sendo o ponto de encontro dos dois oceanos.

O explorador italiano Cristóvão Colombo começou a sua viagem em 1492, patrocinado pelo rei de Espanha. O seu objetivo era o de chegar até à Índia navegando para ocidente. Apesar da sua expedição aventurosa não ter tido o resultado esperado, revestiu-se ainda assim de especial importância, pois descobriu o continente americano, anteriormente desconhecido dos europeus.

O explorador português Vasco da Gama iniciou a sua viagem para a Índia em 1497. Capitalizando as descobertas das décadas anteriores, procurou alcançar a Índia navegando à volta de África. Um ano mais tarde, em 1498, o explorador conseguiu o seu objetivo. Deste modo, transformou em realidade o sonho do Infante Dom Henrique, o Navegador.

Por volta de 1500, o explorador italiano Américo Vespúcio fez várias expedições ao novo continente, que tinha sido descoberto por Colombo. O seu objetivo era o de cartografar as linhas costeiras do novo continente, chamado de Novo Mundo. Vespúcio foi o primeiro a reclamar que o território recentemente descoberto era um novo continente, pelo que este novo continente recebeu o seu nome e não o de Colombo.

A frota do explorador português Fernando Magalhães iniciou a sua lendária viagem em 1517, na esperança de descobrir uma passagem através ou à volta da América, para alcançar as ilhas das especiarias navegando para ocidente. A expedição foi um sucesso, e a frota foi a primeira a navegar do Atlântico para o Pacífico através do estreito com o nome deste explorador. Apesar de o capitão ter perdido a sua vida nas Filipinas, um dos seus navios conseguiu regressar à Europa em 1522. A tripulação deste navio foi a primeira a circum-navegar o Globo.

Jacques Cartier, explorador francês, realizou várias expedições pela América do Norte, no que é hoje o Canadá, com início em 1524. Tinha como objetivo descobrir a lendária Passagem Noroeste, entre o Atlântico e o Pacífico. Os sucessos das suas viagens incluíram a cartografia da região à volta do Rio de São Lourenço e a fundação da primeira colónia francesa no continente americano.

O explorador inglês Francis Drake foi um pirata às ordens da Rainha Isabel I de Inglaterra, por quem foi ordenado cavaleiro. A sua fama não advém apenas dos seus sucessos contra os espanhóis, mas também das suas expedições por mar. Em 1577, zarpou de Inglaterra com a intenção de pilhar navios espanhóis. No entanto, não parou por aqui. Atravessou o Atlântico e após cartografar as costas que encontrou, navegou à volta da América do Sul e chegou mesmo até à costa oeste da América do Norte. Atravessou o Pacífico e mais tarde o Oceano Índico. Em 1580, após navegar à volta de África e alcançar o Cabo da Boa Esperança, regressou a Inglaterra. O explorador tornou-se assim o primeiro capitão a navegar à volta do mundo, e o seu navio o segundo a completar esta viagem.

O navegador holandês Willem Barents realizou três expedições, entre 1594 e 1597, com o objetivo de descobrir a Passagem Nordeste para o sudeste asiático, a partir da costa norte da Sibéria. A sua missão não foi bem-sucedida, no entanto, contribuiu para o avanço da cartografia ao mapear as linhas costeiras e ilhas da região polar.

O navegador inglês Henry Hudson explorou em várias ocasiões as águas do Ártico, do que é hoje o Canadá, na esperança de descobrir a Passagem do Noroeste. Durante as suas viagens, cartografou a costa norte do continente americano e descobriu o rio e a baía que mais tarde receberam o seu nome. No início, Hudson acreditava ter descoberto a lendária passagem e alcançado o Oceano Pacífico, mas cedo percebeu que tinha navegado para aquela que mais tarde foi chamada de Baía de Hudson.

O explorador holandês Abel Tasman levou a cabo várias expedições, nos oceanos Índico e Pacífico, para cartografar as suas ilhas. O explorador é famoso por descobertas entre 1642 e 1644. Foi o primeiro europeu a alcançar a Nova Zelândia e a Tasmânia, que mais tarde recebeu o seu nome. Cartografou as costas da Austrália e descreveu as ilhas dos dois oceanos.

Extras relacionados

Cossaco ucraniano (século XVII)

Sendo membros de comunidades militares independentes, os cossacos desempenhavam um papel...

Elizabeth Keckley

Elizabeth Keckley realizou o sonho americano graças ao seu próprio talento e seus esforços.

A unificação de Alemanha

No século 19, os Estados alemães se uniram sob a liderança da Prússia.

Haidu (soldado húngaro do século XVI)

István Bocskay criou um eficiente exército composto por antigos pastores, no século XVI.

Avião motorizado (János Adorján, 1910)

A construção da "Libelle" (Libélula) é um dos marcos da história da aviação (húngara).

Conquistador (século XVI)

Os conquistadores espanhóis deviam seu sucesso à armadura e as armas de fogo.

Marajá indiano com a sua mulher (século XVIII)

Marajás eram governadores hindus que reinavam vastas regiões da Índia.

Descobrimentos europeus

No século XV, o desejo de ser rica, a cristianização e o desenvolvimento da navegação...

Added to your cart.