Culturas megalíticas da Europa

Culturas megalíticas da Europa

As estruturas constituídas de enormes blocos de pedra de milhões de anos são os monumentos das culturas megalíticas.

História

Palavras-chave

megálito, Champ-Dolent, Pedra Gentil, D49, Stonehenge, menir, cromeleque, dólmen, hunebed, neolítico, Pré-história, estrutura, arqueologia, túmulo, pedra do altar, Holanda, Espanha, França, Inglaterra, cultura, história, mistério, mapa, Europa

Extras relacionados

Cenas

Distribuição

  • Champ-Dolent - Um menir que se encontra em França.
  • Pedra Gentil - Um dólmen que se encontra na Espanha.
  • D49 - Um dólmen que se encontra na Holanda.
  • Stonehenge - Um cromleque que se encontra na Grão-Bretanha.
  • Oceano Atlântico
  • Mar Mediterrâneo
  • Europa
  • África
  • Ásia

Durante a Nova Idade da Pedra (Neolítico), várias culturas florescentes apareceram em diferentes lugares do mundo que se denominam culturas megalíticas. Esta denominação refere ao facto de que estas enormes estruturas de pedra foram construídas durante este período. A palavra 'megalítico' vem das palavras de origem grega mega 'grande' e lithos 'pedra'.

As estruturas megalíticas podem ser encontradas em várias partes da Europa, principalmente, ao longo das costas do Atlântico. Indiferente do lugar, a técnica utilizada para transportar as pedras destas estruturas era a mesma. Foram transportadas para o seu lugar utilizando força humana e animal. As pedras foram colocadas umas em cima das outras sem alguma agente de ligação. Os monumentos megalíticos podem ser divididos em grupos segundo as suas estruturas. Os três maiores tipos são os menires, dólmenes e cromeleques.

Champ-Dolent

  • aprox. 9,3 m

Os menires são pedras fixadas verticalmente. A palavra 'menir' é de origem bretã, que, provavelmente, significa 'pedra longa'. Os menires podem ser associados ao culto dos mortos.

O menir de Champ-Dolent perto de Dol-de-Bretagne na Bretanha, em França, ultrapassa os 9 metros de altura. Tem uma circunferência ao nível do solo de 7 metros. O monólito cónico é feito em granito e o seu peso estimado é de 100 toneladas.

Existem várias lendas sobre este menir. Segundo uma delas, a grande pedra está a afundar-se no solo e quando desaparecer completamente, o mundo irá acabar. Segundo uma outra, caiu do céu para separar dois irmãos que estavam a bater-se. O nome do menir ('campo da tristeza') pode estar ligado à esta história. Segundo a tradição, um dos reis francos mais cruéis, Clotário I encontrou o seu filho rebelde perto do menir, por isso, pode ser que o bloco de pedras separou o pai e o filho em vez dos dois irmãos.

Pedra Gentil

  • pedras de suporte - A pedra superior é suportada por sete pedras verticais. Esta estrutura tem uma altura de cerca de 1,5 metros.
  • pedra superior - Tem um comprimento de 3,16 metros e uma largura de 2,54 metros.

Os dólmenes são estruturas megalíticas que consistem de várias pedras de suporte com uma ou mais pedras superiores no topo.

A palavra 'dólmen' pode vir das palavras de origem bretã, tol 'mesa' e men 'pedra'. Os dólmenes eram, provavelmente, túmulos.

A Pedra Gentil, localizada perto de Vallgorguina, na Catalunha, na Espanha é um dólmen relativamente pequeno, mal atinge os 1,5 metros de altura. A pedra superior é suportada por sete pedras de suporte, organizadas em círculo. A distância entre as pedras de suporte é pequena. A abertura mais larga de 81 cm pode ser a entrada. A pedra superior tem um comprimento de 3,16 metros e uma largura de 2,54 metros.

Há várias crenças mágicas relacionadas com a maioria dos dólmenes. Cria-se que a Pedra Gentil era um lugar de encontro para as bruxas.

D49

  • túmulo
  • pedra superior
  • pedra de suporte
  • círculo de pedras
  • entrada

Os hunebedes são dólmenes especiais localizados na atual Holanda.

Segundo a tradição popular local, só os gigantes podiam mover tão grandes pedras, daqui vem o nome 'hunebed' que significa 'cama de gigantes'.

Igualmente à maioria dos hunebedes, a estrutura megalítica D49 também está localizada perto de Schoonoord, na província de Drente. Quando foi encontrada, estava numa má condição. Mais tarde, foi reconstruída de blocos de pedra trazidos de diferentes lugares e sem manter o seu estado original.

Este hunebed de tamanho médio e em forma de rim está rodeado por 28 lancis. As pedras de suporte suportam seis pedras superiores. A estrutura toda está coberta de terra. Provavelmente, funcionava como túmulo aonde levava apenas uma entrada.

Stonehenge

  • pedra do altar - Estava situada no desfecho da avenida que levava até o círculo de pedras. É presumido que era um local ritual para os druidas.
  • trílito - Uma estrutura de três pedras. Há cinco desta estrutura dentro do anel interior.
  • pedra superior
  • pedra sarsen (bloco de arenito)

Os cromeleques são estruturas megalíticas grandes, constituídas por blocos de pedra e organizadas em círculo. A palavra 'cromeleque' é a combinação das palavras de origem bretã crom, 'redondo, circular' e lech 'praça'.

Stonehenge, uma estrutura megalítica da Idade do Bronze, está situado no sul da Inglaterra, na planície de Salisbury. Foi construído em várias fases. Os pilares de pedra com um peso de entre 20 e 30 toneladas e com um comprimento de entre 2 e 7 metros, originalmente, formaram quatro circunferências concêntricas. O rádio do anel exterior era, provavelmente, cerca de 50 metros.

Durante a primeira fase, este complexo de pedras foi rodeado por um aterro e um fosso. Ainda hoje temos apenas hipóteses prováveis ou menos prováveis sobre o propósito original de Stonehenge. Existem diversas suposições. Alguns investigadores acreditam que era um edifício cúltico. Outros pensam ter sido um calendário. Segundo outros, funcionava como um instrumento astronómico. Os resultados das recentes investigações (2008) apoiam a teoria de que era um local cúltico e curativo.

Monumentos megalíticos

  • Champ-Dolent - Um menir que se encontra em França.
  • Pedra Gentil - Um dólmen que se encontra na Espanha.
  • D49 - Um dólmen que se encontra na Holanda.
  • Stonehenge - Um cromleque que se encontra na Grão-Bretanha.

Animação

  • Champ-Dolent - Um menir que se encontra em França.
  • Pedra Gentil - Um dólmen que se encontra na Espanha.
  • D49 - Um dólmen que se encontra na Holanda.
  • Stonehenge - Um cromleque que se encontra na Grão-Bretanha.
  • Oceano Atlântico
  • Mar Mediterrâneo
  • Europa
  • África
  • Ásia

Narração

As culturas megalíticas apareceram em diferentes lugares do mundo durante a Nova Idade da Pedra, o Neolítico. As estruturas megalíticas podem ser encontradas em várias partes da Europa, principalmente, ao longo das costas do Atlântico.

A palavra 'megalítico' vem das palavras de origem grega, mega 'grande' e lithos 'pedra'. Esta denominação refere ao facto de que estas enormes estruturas de pedra foram construídas durante este período. Os monumentos megalíticos que remontam a milhões de anos, podem ser divididos em grupos segundo as suas estruturas. Os três maiores tipos são os menires, dólmenes e cromeleques.

Os menires são pedras fixadas verticalmente. A palavra 'menir' é de origem bretã, que, provavelmente, significa 'pedra longa'. O menir de Champ-Dolent perto de Dol-de-Bretagne na Bretanha, em França, ultrapassa os 9 metros de altura.

Os dólmenes são estruturas megalíticas que consistem de várias pedras de suporte com uma ou mais pedras superiores no topo. A palavra 'dólmen' de origem bretã significa mesa de pedra. A Pedra Gentil, localizada perto de Vallgorguina, na Catalunha, na Espanha é um dólmen relativamente pequeno, mal atinge os 1,5 metros de altura.

Os hunebedes são dólmenes especiais localizados na atual Holanda. Segundo a tradição popular local, só os gigantes podiam mover tão grandes pedras, daqui vem o nome 'hunebed' que significa 'cama de gigantes'.

Os cromeleques são estruturas megalíticas grandes constituídas por blocos de pedra e organizadas em círculo. A palavra 'cromeleque' também refere ao facto de que as pedras estão organizadas em círculo.
Stonehenge, uma estrutura de pedra da Idade do Bronze, é um cromleque localizado na planície de Salisbury, no sul da Inglaterra.

Mesmo que a aparência das estruturas megalíticas é diferente, provavelmente, eram construídas para fins semelhantes. É presumido que os edifícios de pedra funcionavam como locais cúlticos, muitas vezes como túmulos.

Extras relacionados

Os hunebedes

Estes dólmenes especiais ficam localizados na atual Holanda foram construídos há cerca de 5000 anos.

Stonehenge (Grã-Bretanha, Idade do Bronze)

Datado da Idade do Bronze e situado em Inglaterra, este monumento mundialmente famoso contém ainda vários mistérios para os arqueologistas de hoje.

A caverna de Altamira

Esta caverna de calcário mundialmente famosa por suas incríveis pinturas rupestres, é um dos locais arqueológicos mais importantes da arte paleolítica.

Da Idade da Pedra à Idade do Ferro

Esta animação apresenta o desenvolvimento do machado através dos períodos arqueológicos.

Edifícios lendários

Uma coleção de edifícios lendários da história da civilização.

Escavação arqueológica (casa subterrânea)

As grandes construções atuais também proporcionam muito trabalho aos arqueólogos que procuram artefatos.

Glaciação

A última Idade do Gelo terminou há cerca de 13 mil anos.

Gruta paleolítica

As primeiras moradias da história da Humanidade fornecem bastantes informações sobre o estilo de vida dos nossos antepassados.

Ötzi, o Homem de Gelo

O corpo mumificado do homem de gelo, que provavelmente viveu no período Calcolítico, foi descoberto num dos glaciares dos Alpes.

Povoação neolítica

Em resultado dos avanços revolucionários do Neolítico, as comunidades humanas estabeleceram as primeiras povoações permanentes.

A expansão do Homo sapiens na Terra

O 'homem sábio' originário de África expandiu-se pela maior parte dos continentes.

Micenas (2º milénio a.C.)

Com a sua cultura avançada, esta cidade foi o primeiro povoamento na história a ter uma cidadela.

Tesouro de Atreu (Micenas, século XIV a.C.)

Túmulo abobadado no local da antiga cidade de Micenas, atribuído ao mítico rei.

Mamute-lanoso

Proboscídeos extintos, da família próxima dos atuais elefantes e frequentemente caçados pelo homem pré-histórico.

Added to your cart.