Cavidade bucal, faringe e esófago

Cavidade bucal, faringe e esófago

Os órgãos que constituem a seção inicial do trato gastrointestinal são a cavidade bucal, a faringe e o esófago.

Biologia

Palavras-chave

decompisitor, digestão, trato gastrointestinal, alimentação, esófago, cavidade bucal, paladar, comida, estômago, faringe, língua, nyál, peristaltismo, boca do estômago, deglutição, glândulas salivares, membrana mucosa, biologia, sistema de órgãos, humano

Extras relacionados

Cenas

Localização

Sistema digestivo

  • estômago - As proteínas são digeridas neste órgão. O suco gástrico é bastante ácido.
  • intestino delgado - Proteínas, hidratos de carbono e lipídios são digeridos aqui. É aqui que são absorvidos os nutrientes digeridos.
  • cólon - É aqui que ocorre a absorção de água e minerais. A sua flora bacteriana produz as vitaminas K e B.
  • reto
  • fígado - Desempenha um papel importante na desintoxicação e produz a bílis, que ajuda na digestão dos lipídios.
  • pâncreas - Produz suco pancreático, o qual digere lipídios, hidratos de carbono e proteínas no intestino delgado. Também segrega a hormona insulina, que atua para baixar o nível de glucose no sangue.
  • esófago
  • cavidade bucal
  • faringe

Cavidade bucal, faringe e esófago

  • boca
  • cavidade bucal
  • língua - Mistura os alimentos com a saliva, empurra-os aos dentes para a mastigação e desempenha um papel importante na deglutição e na produção dos sons da fala.
  • dentes - Mastigam e despedaçam os alimentos.
  • palato mole - Bloqueia a passagem que leva da cavidade faríngea até à cavidade nasal durante a deglutição.
  • palato duro
  • assoalho da boca
  • faringe
  • esófago

A primeira seção do trato gastrointestinal é onde os alimentos são mastigados e rasgados, e depois propulsionados para o estômago. A digestão química também começa aqui.
Os alimentos que entram na cavidade bucal, são mastigados e rasgados pelos dentes, através de mordedura e mastigação. A língua mistura os alimentos com a saliva. O bolo alimentar é empurrado para o esófago através da faringe.

Glândulas salivares

  • Glândulas salivares - O seu papel mais importante é a produção de grandes quantidades de saliva, necessária para a formação do bolo alimentar. A saliva contém água, iões de sais inorgânicos, mucina, enzima alfa-amílase e outras proteínas.
  • glândula sublingual
  • glândula submandibular
  • glândula parótida

A saliva produzida pelas glândulas salivares serve para humedecer os alimentos mastigados e dá-lhes uma consistência adequada para a deglutição.
A saliva contém água, iões de sais inorgânicos, mucina, enzimas e outras proteínas. A amílase, isto é, a enzima digestiva encontrada na saliva, desencadeia a digestão do amido na cavidade bucal.

Deglutição

Ao engolirmos, a língua empurra o bolo alimentar em direção à faringe. Ao mesmo tempo, o trajeto que leva da cavidade faríngea à cavidade nasal é bloqueado, mas os alimentos podem entrar na nossa cavidade nasal ao espirrarmos.

A epiglote cobre a laringe ao engolirmos e evita que o bolo alimentar entre na traqueia. Se os alimentos entram na traqueia, o reflexo de tosse é ativado para remover o material estrangeiro do trato respiratório. O movimento peristáltico do esófago assegura que o bolo alimentar chegue ao estômago.

Animação

  • cavidade bucal
  • língua - Mistura os alimentos com a saliva, empurra-os aos dentes para a mastigação e desempenha um papel importante na deglutição e na produção dos sons da fala.
  • dentes - Mastigam e despedaçam os alimentos.
  • faringe
  • esófago
  • Glândulas salivares - O seu papel mais importante é a produção de grandes quantidades de saliva, necessária para a formação do bolo alimentar. A saliva contém água, iões de sais inorgânicos, mucina, enzima alfa-amílase e outras proteínas.
  • glândula sublingual
  • glândula submandibular
  • glândula parótida

Narração

A primeira seção do trato gastrointestinal é onde os alimentos são mastigados e rasgados, e depois propulsionados para o estômago. A digestão química também começa aqui.
Os alimentos que entram na cavidade bucal, são mastigados e rasgados pelos dentes, através de mordedura e mastigação. A língua mistura os alimentos com a saliva. O bolo alimentar é empurrado para o esófago através da faringe.

A saliva produzida pelas glândulas salivares serve para humedecer os alimentos mastigados e dá-lhes uma consistência adequada para a deglutição.
A saliva contém água, iões de sais inorgânicos, mucina, enzimas e outras proteínas. A amílase, isto é, a enzima digestiva encontrada na saliva, desencadeia a digestão do amido na cavidade bucal.

Ao engolirmos, a língua empurra o bolo alimentar em direção à faringe. Ao mesmo tempo, o trajeto que leva da cavidade faríngea à cavidade nasal é bloqueado, mas os alimentos podem entrar na nossa cavidade nasal ao espirrarmos. A epiglote cobre a laringe ao engolirmos e evita que o bolo alimentar entre na traqueia. Se os alimentos entram na traqueia, o reflexo de tosse é ativado para remover o material estrangeiro do trato respiratório. O movimento peristáltico do esófago assegura que o bolo alimentar chegue ao estômago.

Extras relacionados

Tubo digestivo anterior

Ao engolirmos os alimentos, estes viajam da cavidade bucal para o estômago, sendo este a secção final do tubo digestivo anterior.

Dentição humana

Os seres humanos têm 4 tipos de dentes: incisivos, caninos, pré-molares e molares

Sentido do gosto

Os receptores do gosto convertem estímulos químicos em sinais elétricos.

Anatomia do cólon

O cólon é a parte do trato digestivo onde são absorvidos água, minerais e vitaminas.

Anatomia do intestino delgado

É a parte mais longa do sistema digestivo, onde tem lugar a maior parte da digestão e absorção.

Que alimentos devem estar no teu prato?

Esta animação ajuda a adquirir os conhecimentos básicos acerca da alimentação saudável.

Escovagem dos dentes

Uma escovagem de dentes cuidada é uma parte importante da higiene oral.

Added to your cart.