Camada do ozono

Camada do ozono

A camada de ozono filtra a radiação ultravioleta nociva do Sol, sendo por conseguinte indispensável à vida na Terra.

Geografia

Palavras-chave

camada de ozono, molécula de ozono, radiação ultravioleta, escudo protetor, UVA, UVC, UVB, oxigénio, molécula de oxigénio, buraco de ozono, troposfera, estratosfera, mesosfera, biologia, geografia, química

Extras relacionados

Cenas

Camada do ozono

O ozono é uma molécula triatómica que consiste de três átomos de oxigénio. É um gás tóxico.

Na presença de água, as moléculas de oxigénio atmosférico dividem-se em átomos de oxigénio pela radiação ultravioleta de onda curta. As moléculas de oxigénio unem-se com os átomos de oxigénio, formando o ozono. A troposfera também contém uma certa quantidade de ozono, mas o gás encontra-se em grandes quantidades a uma altitude entre 15 e 30 km, na camada do ozono. A importância desta camada é filtrar a maioria da radiação ultravioleta do Sol, que seria prejudicial para os seres vivos. Também reflete o calor irradiado pela Terra, pelo que desempenha um papel de regulação térmica da Terra.

O ozono divide-se em átomos de oxigénio e em moléculas de oxigénio por radiação ultravioleta de onda larga ou por radiação de luz visível com a ajuda de CFCs. Quando a quantidade de ozono diminui na camada do ozono, a capacidade da atmosfera de proteger contra a radiação ultravioleta também diminui. Este fenómeno é conhecido como "buraco" na camada do ozono.

Com o passar do tempo, a densidade do ozono na atmosfera varia em lugares distintos.

O ozono produz-se sobretudo na camada do ozono acima da zona tropical. A partir de Março, é transportado até latitudes mais elevadas. No hemisfério Norte pode viajar até ao Pólo Norte, enquanto no hemisfério sul apenas chega às latitudes entre 50º e 60º, devido às forte correntes em redor do Pólo Sul.

A partir de Novembro, a densidade começa a descer gradualmente no hemisfério Sul (visto que aí é verão e a radiação é cada vez maior). A camada do ozono pode ficar tão fina que o escudo protetor da Terra pode partir-se. No entanto, depois de Março, mais e mais ozono é produzido (visto que a radiação diminui).

O desgaste da camada do ozono é um processo natural. No entanto, se o ozono continuar a decompor-se devido à acumulação de CFCs, o buraco tornar-se-á tão grande que será cada vez mais difícil recuperá-lo.

A camada do ozono a atuar como filtro protetor

Absorção de UV-C e UV-B

Redução da camada do ozono

Animação

Narração

A camada do ozono encontra-se aproximadamente entre os 15 e 30 km de altitude acima da superfície da Terra. A sua espessura varia.

É o filtro protetor do nosso planeta e a sua função é absorver a radiação ultravioleta nociva do Sol (UVC). Esta radiação prejudica seriamente a epiderme, a pele dos seres vivos, assim como o seu ADN. Se não existisse camada do ozono, não haveria vida na Terra. Em geral, existe um equilíbrio dinâmico constante entre os processos de formação e decomposição do ozono.

A molécula de dois átomos de oxigénio da estratosfera decompõe-se por influência da radiação UVC de grande energia. Estes átomos libertados unem-se com moléculas de oxigénio, formando assim moléculas de ozono de três átomos. Estas moléculas são instáveis e decompõem-se devido à radiação ultravioleta.

Actualmente, o equilíbrio entre a formação e a decomposição do ozono deteriorou-se pela atividade humana. Nas últimas décadas, a camada do ozono começou a desgastar-se por causa de atividades industriais que emitem compostos químicos nocivos para a atmosfera, como o cloro, o flúor e o bromo. O termo "buraco na camada do ozono" não significa que haja um verdadeiro buraco na camada do ozono, mas sim que a camada do ozono tem vindo a ficar mais fina.

O maior buraco na camada do ozono está localizado acima da Antártida. Aqui, a espessura é cerca de um terço da original. Também há um desgaste significativo acima do Pólo Norte.

Extras relacionados

Ciclo do oxigénio

O ciclo do oxigénio descreve o movimento deste gás nos seus três reservatórios principais.

Ozono (O₃)

Um alótropo do oxigénio, composto por três átomos de oxigénio.

Poluição do ar

Esta animação mostra as principais fontes de poluição do ar: agrícola, industrial e urbana.

Oxigénio (O₂) (intermediário)

Gás incolor e inodoro, que é um importante componente da atmosfera, indispensável à vida na Terra.

Dióxido de enxofre (SO₂)

É a causa primária das chuvas ácidas. O produto intermediário da produção de ácido sulfúrico.

Estação de tratamento de esgotos

Uma vez tratada, a águas dos esgotos pode ser utilizada na agricultura e na indústria.

Estrutura da Terra (nível intermédio)

A Terra é composta por várias camadas esféricas.

Monóxido de carbono (CO) (básico)

É um gás tóxico incolor e inodoro que causa muitas mortes devido as instalações de combustão defeituosas.

Nitrogénio (N₂) (básico)

É um gás incolor, inodoro e não reativo, constitui o 78,1 porcento da atmosfera.

Óxido nítrico (Monóxido de azoto) (NO)

É um gás incolor e mais pesado que o ar, um produto intermediário da produção de ácido nítrico.

Oxigênio (O₂) (básico)

O elemento mais comum na Terra, é indispensável para a vida.

Poluição da água

As principais fontes de poluição da água são a indústria, a agricultura e as zonas urbanas.

Poluição do solo

Esta animação mostra as principais fontes de poluição do solo.

Veículos ecológicos

A combinação de um sistema de propulsão de um convencional motor de combustão interna com um sistema de propulsão eléctrica reduz as emissões.

Como funciona - Frigorífico

Esta animação mostra o funcionamento de um frigorífico.

Poluição

A poluição é o efeito negativo da atividade humana sobre o ambiente natural.

Efeito de estufa

A atividade humana aumenta o efeito de estufa e conduz ao aquecimento global.

Tardígrado

Os tardígrados podem sobreviver em ambientes extremos e até mesmo no espaço.

Added to your cart.